terça-feira, fevereiro 09, 2016

ARTAUD, DAVID COOPER, ISABEL GUILEN, NATALE SCHIAVONE & MARACATU


 Imagem: foto do Maracatu feminino Coração Nazareno, idealizado e coordenado pela Associação das Mulheres de Nazaré da Mata (AMUNAM), Pernambuco.

AUTO DO MARACATU

Luiz Alberto Machado

O apito soou. E lá vem ela tal valquirye Freya escrava nua liberta que foi empossada rainha pelo pároco da freguesia no dia de Nossa Senhora do Rosário, para reinar na comarca do meu coração. Ela vem aos saltos e malabarismos vestindo a sua fantasia bordada de vidrilhos, canutilhos e lantejoulas, ao som de gonguês, taróis, caixas de guerra e zabumbas, entoando toadas e loas com o coro de brincantes com seus cânticos pros eguns no cortejo da Nação maracatu, e suas damas de paço com as calungas protegidas pelo pálio e a folgazã dama de honra pra fazer nossa cerimonia onírica. E depois de pronta com toda pose e indumentária, ela traz a minha gola para que eu seja o seu Rei do Congo, a governar a sua vida e toda a mestiçagem do lugar. Entronizado, tomo posse do seu corpo a desnudá-la e vou nela com baque solto pelas cercanias do seu prazer, até ser dela no baque virado das cambindas no pátio da igreja, quando o apito soa longo e decisivo, e nos envolvemos desnudos na descoberta do que é profano e sagrado no nosso carnaval. © Luiz Alberto Machado. Direitos reservados. Veja mais aqui e aqui.


DITOS & DESDITOSUma: quem uma vez, pelo sim, pelo não; duas, cara ou coroa; tanto faz, tanto fez. A vida não é um filme; se foi, já era, meu. Outra: a Terra é redonda. Mas... só pra capricho de uns poucos porrilionários, a querem quadrada só pra deixarem suas cagadas nos quatro cantos do mundo. Isto é que é mundialização, internacionalização, globalização, ou chame-se lá o que quiser. Cada uma... (LAM)

ALGUÉM FALOU, SE LIGA[...] O grande pavor dos homens doutos é descobrir que experiência não norteia seu conhecimento, o que o torna irremediavbelmente pobre [...]. Pensamento da professora Isabel Guilen, na apresentaçãode Maracatus-nação: ressignificando velhas histórias (Bagaço, 2005), de Ivaldo Marciano de França Lima.

A FAMÍLIA – [...] Talvez a característica mais central da liderança autêntica consistana renúncia ao impulso de dominar os outros ... . No hospital dedoenças mentais, os corpos são assiduamente cuidados, maspersonalidades individuais são assassinadas.[...] a família é especialista em estabelecer papéis para seus membros, mais do que em criarcondições para cada um assumir livremente a sua identidade ... Caracteristicamente, emuma família, a criança é doutrinada com o desejo (desejado pelos pais) de se tornardeterminada espécie de filho ou filha (e mais tarde, marido, esposa, pai, mãe) com umatotalmente imposta e minuciosamente estipulada liberdade para mover-se dentro dosestreitos interstícios de uma rígida trama de relações [...]. Trechos extraídos da obra La muerte de la família (Paidós.1973), do psiquiatra sul-africano David Cooper (1931-1998), líder do movimento anti-psiquiatria.

AS LEIS & A JUSTIÇA – [...] Senhores, as leis e os costumes vos concedem o direito de medir o espírito. Essa jurisdição soberana e temível é exercida com vossa razão. Deixai-nos rir. Credulidade dos povos civilizados, dos sábios, dos governos adorna a psiquiatria de não sei que luzes sobrenaturais. O processo da vossa profissão recebeu seu veredicto. Não pretendemos discutir aqui o valor da vossa ciência nem a duvidosa experiência das doenças mentais. Mas para cada cem supostas patogenias nas quais se desencadeia a confusão da matéria e do espírito, para cada cem das classificações das quais as mais vagas ainda são as mais aproveitáveis, quantas são as tentativas nobres de chegar ao mundo cerebral onde vivem tantos dos vossos prisioneiros? Quantos, por exemplo, acham que o sonho do demente precoce, as imagens pelas quais ele é possuído são algo mais que uma salada de palavras? Não nos surpreendemos com vosso despreparo diante de uma tarefa para a qual só existem uns poucos predestinados [...]. Trechos extraídos da obra Escritos (L&PM. 1983), do escritor, dramaturgo e diretor de teatro francês de aspirações anarquistas Antonin Artaud (1906-1948). Veja mais aqui.


A ARTE DE NATALE SCHIAVONE
A arte do pintor e gravador italiano Natale Schiavone (1777-1858)



Veja mais sobre:
Aijuna, o mural dos desejos florescidos aqui.

E mais:
Crônica de amor por ela aqui.
O Recife do Galo da Madrugada aqui.
Utopia, Charles Dickens, Alfred Adler, Carybé, Rogério Duprat, Hector Babenco, Sonia Braga & Tchello D’Barros aqui.
A psicanálise de Karen Horney & o papo da tal cura gay aqui.
A hipermodernidade de Gilles Lipovetsky & a trajetória Tataritaritatá aqui.
Três poemetos da festa de amor pra ela aqui.
Poetas do Brasil aqui, aqui e aqui.
Todo dia é dia da mulher aqui.
A croniqueta de antemão aqui.
Fecamepa aqui e aqui.
Palestras: Psicologia, Direito & Educação aqui.
Livros Infantis do Nitolino aqui.
&
Agenda de Eventos aqui.

CRÔNICA DE AMOR POR ELA;
Leitora Tataritaritatá!!!!
Veja Fanpage aqui e mais aqui e aqui.

CANTARAU: VAMOS APRUMAR A CONVERSA
Paz na Terra:
Recital Musical Tataritaritatá - Fanpage.
Veja os vídeos aqui & mais aqui e aqui.





STEVEN PINKER, NEILA TAVARES, ISADORA DUNCAN, RITA JOANA, GINÁSIO MUNICIPAL DOS PALMARES & RESSURREIÇÃO DO BARÃO

A PRIMEIRA RESSURREIÇÃO DO BARÃO - Depois da perda trágica do segundogênito, teibei! E da fuga ruidosa de sua primogênita atrepada na cac...