Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Fevereiro, 2006

TÊMIS, WALTER BENJAMIM, PATRÍCIA MELO, IRACEMA MACEDO, SANDIE SHAW, ÍSIS NEFELIBATA, JULIA BOND & ENQUETE TATARITARITATÁ!

TÊMIS – Têmis, filha do céu e da terra, era a deusa da justiça, na mitologia, sendo representada sempre com uma venda nos olhos, para distribuir sentença sem olhar a quem, e com uma balança nas mãos para pesar bem as razões de cada um. Recursou-se a casar com Júpiter mas foi por ele submetida, dando-lhe dois filhos: a Lei e a Paz. Júpiter teria colocado a sua balança entre os doze signos do zodíaco. Tanto a venda como a balança são símbolos da imparcialidade de Têmis, ou da verdadeira justiça. Veja mais aqui

Curtindo os álbuns The Best & The Very Best (2005), da cantora e psicoterapeuta britânica Sandie Shaw. Veja mais aqui.
EPIGRAFEEu não vejo aqui cantar, / nem gaita, nem tamboril, / é outros folgares mil, / que nas feiras soem d’estar: / é mais feira de Natal, / e mais de Nossa Senhora, / e estar tudo em Portugal, Auto da Feira de Maria Dias, recolhido da obra Literatura oral no Brasil (1984), organizada por Luís da Câmara Cascudo. Veja mais aqui.
DO POETA E DA POESIA – No li…

CLARICE, BUÑUEL, BRUNILDA, VICENTE DO REGO MONTEIRO, BJÖRK, YEDDA GASPAR, ABSURDO & MUITO MAIS

BRUNILDA – A história de Brunehild ou Brunilda está ligada à saga germânica dos Nibelunger, que deu motivo para às famosas óperas de Richard Wagner. Ela, rainha da Islândia, além de muito bela, tinha uma força e habilidade esportivas prodigiosas. Quem a quisesse desposar, teria primeiro que provar superioridade, vencendo-a em três jogos: o lançamento de um dardo, o de uma pedra e um salto a distância. Se o pretendente falhasse em qualquer dessas competições, seria executado. Gunther, o rei germânico de Worms, resolve tentar a prova, contando para isso com a ajuda secreta do invencível príncipe Sigefredo, filho do rei Sigismundo, de Sante. Graças a um talismã que o tornava invisível, derrota Sigefredo a rainha nas três provas, impulsionando o fraco Gunther e dando-lhe o valor atlético de um verdadeiro gigante. Só a pedra, que Brunilda atirava a uma distância de doze braças, mal podia ser carregada por doze homens. Embora furiosa e revoltada, a rainha cumpre o prometido, mas reage na no…