sexta-feira, novembro 18, 2016

DAS VÉSPERAS & CRÁSTINOS NA FESTA DO AMOR


DAS VÉSPERAS & CRÁSTINOS NA FESTA DO AMOR - Imagem: arte da poeta, artista visual e blogueira Luciah Lopez. - O quintal de todas as ânsias das vésperas e de todas as ressacas dos crástinos fez-se universo sem limítrofes na nossa mais eterna meninice. Se a criancice de nossas aventuras ia além das atrepadas nos galhos da jaqueira, esconde-esconde, caxangá, o que é que é, travalínguas e adivinhas, seguíamos juvenis recíprocos pelas lonjuras adultícias das nossas ousadias mais ternas e afetuosas, até estarmos cônscios do mais vetusto desiderato. Com toda adultidade feita de puerícia, ela exsurgia nua todos os dias com a floração ameríndia à mão cunhatã para assanhar no calor de todas as minhas as minhas aves sequiosas em revoada ao seu encontro, pra saborear na sua carne de pitangas vermelhas o sobejo da terra humosa do seu suor a untar o pinheiro frondoso entre as moitas e esconderijos do seu corpo de saborosos frutos bons de chupar. E os seus beijos acenderam estrelas no céu da sua boca que era a cúpula do firmamento para eu me perder pela grama verde do nosso ninho e embolamos juntos, rolamos ladeira abaixo, morro acima, na deslumbrante festa dos nossos gozos com o seu fruto maduro vultuoso na minha mão espalmada aparando o marulho das águas que emergem de sua fonte mirífica de vida farta e a segura meu sexo como quem pega o seixo mágico talismã do Mestre da Barca com seu poder encantado e ela ao tatear minha gula inclemente, se entrega pele eriçada, boca ávida, como se fosse a sua dádiva fervente de gratidão, a me acudir a reboque dos entresseios, ao ajutório nas façanhas do recontro arfante das entrecoxas, entrebraços e abraços pelos abrolhos incansáveis do nosso regalo até levar-me nessa alacridade ao Paiquerê para a glória eterna, incomparável e festiva da abundância dos prazeres. © Luiz Alberto Machado.. Veja mais aqui.

A NOTÍCIA & JAMILTON BARBOSA CORREIA
Veja aqui e aqui.

Veja mais sobre:
A Síndrome de Burnout & o professor, John Donne, Anita Malfatti, Paul Hindemith, Kama Sutra de Vātsyāyana, Judith Ermert, Walter Hugo Khouri, Alan Moore, Gerontodrama & O lado obscuro e tentador do sexo aqui.

E mais:
Movimento sindical no Brasil aqui.
A poesia digesta de Glauco Mattoso aqui.
Função das agências reguladoras aqui.
Direitos Humanos Fundamentais aqui.
A responsabilidade do agente político aqui.
Educação no estruturalismo marxista aqui.
Meio ambiente: significação jurídica contemporânea aqui.
Direitos fundamentais e a Constituição Federal aqui.
Literatura de cordel: A mulher, de Oliveira de Panelas aqui.
O trabalho aqui.
Ética e Moral aqui.
Palestras: Psicologia, Direito & Educação aqui.
Livros Infantis do Nitolino aqui.
&
Agenda de Eventos aqui.

DESTAQUE: PETER GREENAWAY
O filme The Cook, the Thief, His Wife & Her Lover (O Cozinheiro, o Ladrão, sua Mulher e o Amante, 1989), do cineasta e artista multimídia britânico Peter Greenaway, conta a história que se passa em um restaurante, onde a mulher do dono e seu amante se entregam aos prazeres do sexo, paralelamente ao que todos entregam-se aos prazeres do paladar. A mulher vinga-se do marido (o ladrão) fazendo o cozinheiro preparar um banquete com o corpo do seu amante, morto a mando dele. O destaque fica por conta da atuação da premiada atriz inglesa Helen Mirren. Veja mais aqui, aqui, aqui e aqui.

CRÔNICA DE AMOR POR ELA
Imagens: arte da poeta, artista visual e blogueira Luciah Lopez.
Veja aqui e aqui.

CANTARAU: VAMOS APRUMAR A CONVERSA
Paz na Terra: do artista plástico chinês Dalu Zhao.
Recital Musical Tataritaritatá - Fanpage.
Veja  aqui e aqui.


JUNG, BAUMAN, QUINTANA, GONZAGA, JOÃO CABRAL, DOROTHY IANNONE & ESCADA

UMA COISA DENTRO DA OUTRA – Imagem: Blue and wihte sunday morning , da artista estadunidense Dorothy Iannone . - Olá, gentamiga, um dia ra...