segunda-feira, agosto 31, 2015

WILLIAM BLAKE, HUMBERTO MATURANA, ARRIETE, CARLITO LIMA, BRUNO GAUDÊNCIO, PROFFA, A NEGAÇÃO DO BRASIL & FENELIVRO


 
A NEGAÇÃO DO BRASIL – O documentário A negação do Brasil: o negro na telenovela brasileira (2000), de Joel Zito Araújo, destaca o preconceito camuflado da sociedade refletido na produção novelística, discutindo a ideologia dominante na mídia e vários temas éticos como preconceito, respeito, violência, dignidade humana, direitos humanos, entre outros.

A LINGUAGEM – [...] A linguagem como fenômeno, como um operador observador,não ocorre na cabeça nem consiste num conjunto de regras, mas ocorre no espaço de relações e pertence ao âmbito das coordenações de ações, como um modo de fluir nelas. Se minha estrutura muda, muda meu modo de estar em relação com os demais e, portanto, muda meu linguajar. Se muda meu linguajar, muda o espaço do linguajem no qual estou e mudam as interações das quais participo com meu linguajeio. [...]. Trecho extraído da obra Emoções e linguagem na educação e na política (EdUFMG,1998), do neurobiólogo chileno e criador da teoria da autopoiese e da biologia do conhecer, Humberto Maturana. Veja mais aqui, aqui & aqui.

UM POEMA - Vi uma capela toda de ouro; Ninguém passava os seus umbrais; Muitos lá fora em pé choravam, Com orações e prantos e ais. Vi levantar-se entre os pilares Brancos da porta uma Serpente; Após forçar, forçar, forçar, Rompe ela os gonzos de ouro à frente, E pelo chão que recamavam Rubis e contas a brilhar, Toda a extensão viscosa arrasta, Até chegar ao branco altar. E lá vomita o seu veneno Por sobre o Vinho e o Pão divinos. Voltei-me então para um chiqueiro, E me deitei entre os suínos. Treho do Manuscrito Rosseti, extraído da obra Poesia e prosa selecionadas (Nova Alexandria, 1993), do poeta, tipógrafo e pintor inglês William Blake (1757-1827). Veja mais aqui.


VAMOS APRUMAR A CONVERSA? NOITE ALAGOANA NA FENELIVRO – Aconteceu neste domingo, dia 30 de agosto, na Sala Ariano Suassuna do Centro de Convenções, em Olinda – PE, as Noites Nordestinas: Alagoas, na programação da Feira Nordestina do Livro (Fenelivro). O evento contou com a minha participação na abertura das palestras, apresentando a minha trajetória artística, destacando o meu trabalho de pesquisa, no qual alio as minhas áreas de atuação, Direito, Educação e Psicologia, reunidas nas atividades que desenvolvo nas linguagens de Teatro, Música & Literatura. A sala ficou repleta com o público comparecente que prestigiou as exposições até o término das atividades.


ARRIETE VILELA – Após a minha palestra, foi dada a palavra à escritora alagoana Arriete Vilela que realizou exposição de suas obras publicadas e falou de seu trabalho literário, destacando o lançamento do seu mais recente livro de poesia Teço-me (Poligraf, 2014). Veja mais aqui


CARLITO LIMA – O escritor, agitador cultural e secretário de cultura de Marechal Deodoro, Carlito Lima, fez exposição de suas obras, destacando a realização da Festa Literária de Marechal Deodoro – VI Flimar, que se realizará entre os dias 11 e 15 de novembro de 2015, em Marechal Deodoro –AL. Veja mais aqui.



EDUARDO PROFFA – O poeta, professor e compositor Eduardo Proffa falou da sua poesia, do projeto Nó na Garganta e do projeto Nós Poetas – A Confraria, recitando seus poemas e destacando o seu livro Hospedaria (2015), lançado recentemente pelo autor.Veja mais aqui.


PARA ALÉM DA LEITURA – Após a realização das palestras cada autor fez novas exposições, destacando-se a distribuição de livros aos presentes, destacando-se a obra Para além da leitura (GrafMarques, 2012), organizada pela poeta Arriete Vilela e reunindo trabalhos de Maria Heloisa Melo de Moraes, Adalberto Souza, Clarrissa Veiga, Eliana Cavalcanti, Gilvaneide Mota, Hamilton Lessa, Janira Lucia A. Couto, Mairalice Loureiro, Mônica Oliveira e Patricia Gatto.


ACASO CAOS – Entre os comparecentes na noite, o escritor, jornalista e historiador paraibano Bruno Gaudêncio, que nos presenteou com o seu mais recente livro de poesias Acaso Caos (Ideia, 2013). Acompanhando nossas atividades, tomamos conhecimento que o autor estará logo mais, dentro da programação da Fenelivro, lançando mais um de seus trabalhos, desta feita, voltado para a obra de Ariano Suassuna. 


CONFRATERNIZAÇÃO – No final das atividades, os escritores se reuniram para confraternização no restaurante do Recife Praia Hotel, acompanhados pelo escritor Bruno Gaudêncio e sua esposa Tuca, nos festejos que comemoraram a participação alagoana nesse importante evento. 


Veja mais aqui.



ANNE-MARIE DE BACKER, EUGENIO MONTEJO, JASON STANLEY & ROALD DAHL

    TRÍPTICO DQP: A certidão da sobrevivência... Ao som do concerto Delicate Sound of Thunder - Live in New York (1988), da banda britâni...