terça-feira, outubro 16, 2018

ADÉLIA PRADO, LOBO DE MESQUITA, CLEMENT TSANG & MOSTRA DE CINEMA ALAGOANO


AS CRIANÇAS BRINCAM - Imagem: arte do artista visual honconguês Clement Tsang - O dia azul e a manhã ensolarada na tarde viva, as crianças brincam alegres e são festas na algazarra do meu coração enternecido que perdeu o folguedo sem jamais deixar as trelas de menino nas voltas da vida. Minha alma travessa com as crianças folgazãs não se esconde e eu estou sempre só e sei o meu país em chamas com a morte nos noticiários diuturnos que não falam outra coisa senão das tragédias forjadas na crise de nada espremendo os temerosos, enquanto aviões singram os céus por múltiplas rotas e os automóveis engolem transeuntes no trânsito congestionado com as bolsas de valores e suas voláteis sinalizações que encobrem os sinos silenciosos das bombas que explodem desvalidos invisíveis que nem sabem delas na sala de estar e são enterrados vivos pela iminência do desastre à espreita na cozinha de todos os famintos e se dizimam tanto quanto os querem mortos, não há escapatória. As crianças brincam e eu quase me esvaio sozinho nas cinzas do dia seguinte agora em pleno meio dia, e a terra treme sem saber que os amantes se amam e os corpos nus é um escândalo praqueles que desamam ou não sabem amar, porque a mulher nua é uma ofensa e as crianças nuas estão sujeitas a todo tipo de perversidade porque os suicidas abriram os olhos para odiarem a loucura deles e enlouquecendo os outros e todos, enquanto mentem em nome de um deus que é só ódio e excludência e os enriquecem posudos endinheirados e licitam a matança, o suborno, a dilapidação, o horror e a violência, a mandar pelo poder em suas bênçãos. As crianças brincam e eu sou a cidade que desaba com os golpes que saem dos gabinetes para soterrar os a favor e os do contra, não há como distinguir o algoz escondido por trás do riso de quem se diz amigo sob o voo da tanajura, os abraços e a cama de gato, a farra dos gaiatos, a conta corrente e a bancarrota na esquina, o reincidente desapontamento que ninguém nota e sequer se mostra de tão comum e banalizado como a maquiagem das mulheres, a sisudez dos homens, o final de semana na praia, o carnaval e todos os feriados, depois se pensa no que fazer ou que deva ser feito, por enquanto é arrancar o montante máximo de numerário para ter as vestes de grife e o bem-estar burguês, para se destacar entre os demais com seu grupinho de escolhidos, ah que se dane quem mais e que as crianças brinquem mas não perturbem a sua paz nem os seus afazeres porque precisam fazer o que podem ou devem para que sejam ricos e a nação rica e o planeta dos ricos, apenas. Em mim as crianças brincam alegres e são festas na algazarra do meu coração enternecido que perdeu o folguedo sem jamais deixar as trelas de menino nas voltas da vida. © Luiz Alberto Machado. Direitos reservados. Veja mais aqui.

DITOS & DESDITOS:
A poesia me pega com sua roda dentada,
me força a escutar imóvel
o seu discurso esdrúxulo.
Me abraça detrás do muro, levanta
a saia pra eu ver, amorosa e doida.
Acontece a má coisa, eu lhe digo,
também sou filho de Deus,
me deixa desesperar.
Ela responde passando
a língua quente em meu pescoço,
fala pau pra me acalmar,
fala pedra, geometria,
se descuida e fica meiga,
aproveito pra me safar.
Eu corro ela corre mais,
eu grito ela grita mais,
sete demônios mais forte.
Me pega a ponta do pé
e vem até na cabeça,
fazendo sulcos profundos.
É de ferro a roda dentada dela.
Sedução, poema da escritora, professora e filósofa Adélia Prado. Veja mais aqui, aquiaqui.

A ARTE DE CLEMENT TSANG
A arte do artista visual honconguês Clement Tsang.

AGENDA
Mostra de Cinema Alagoano & muito mais na Agenda aqui.
&
Os milagres do Padre Bidião, Oscar Wilde, Primo Levi, Louis Althuser, Sérgio Augusto de Andrade, Fernanda Montengro, A Fome & Neuza Paranhos, Apollonia Saintclair, Marlos Nobre, Leila Pinheiro, Francis Hime & Clara Redig aqui.

RÁDIO TATARITARITATÁ:
Hoje curta na Rádio Tataritaritatá a música do maestro, professor e compositor erudito José Joaquim Emerico Lobo de Mesquita (1746-1805): Noturno nº 1 Antífona, Missal em Mi bemol, Te Deum & Beata Mater – Antífona Magnificat & muito mais nos mais de 2 milhões & 700 mil acessos ao blog & nos 35 Anos de Arte Cidadã. Para conferir é só ligar o som e curtir. Veja mais aquiaqui.


STELLA NYANZI, NASTASSJA MARTIN, AGUSTINA BAZTERRICA & SEMANA HERMILO

    Imagem: Acervo ArtLAM . Ao som dos álbuns Liszt: Piano Sonata & other works (Hyperion Records, 2015), Bach: The Art of Fugue (Hy...