quinta-feira, janeiro 31, 2008

BIG SHIT BÔBRAS




O CARNAVAL, A TERCEIRA EMBOANÇA


Entra Zé Peiúdo reclamando:
- Gente, o sobrado é só monturo!? Vamos organizar essa zona! A partir de agora vamos definir as tarefas e atividades de cada um no sobrado. A líder escolhida foi a Vera, ela perdeu metade dos poderes, mas se mantém líder e com 10 pontos, enquanto os outros continuam com um zero redondo. E hoje ela vai indicar os 3 que vão para o primeiro paredão para ser metralhado com uma saraivada de bosta e expulso do recinto. Então vamos começar agora o sorteio da primeira atividade: quem será o baba-ovo da líder? Hum... vamos ver... vamos ver.... o sorteado foi... foi... foi! Zefa, a jumentuda doida-de-pedra!
- Toma desgraçada, agora tu vai ter qui fazê tudo quela mandar, visse, endoidada? -, satirizou Doro.
- Agora vamos sortear os 7 que irão cozinhar durante a semana, então, primeiro: Mamão, na segunda. O segundo: Rolivânio, na terça. Tonha, na quarta. Volange, na quinta. Bestinha, na sexta. Jurema, no sábado. E no domingo....
- Eu!
- Eu quem?
- Eu quero cozinhar no domingo -, gritou o Doro.
- Nãoooooooo! -, gritaram todos.
- Bem -, disse Zé Peiúdo -, no regulamento não consta que ninguém que se apresente seja negado, então no domingo será o Doro mesmo!
- Agora que a gente vai pra casa da peste -, reclamou Magaiver.
- A gente vai morrer tudo inturido! -, arrematou Zé-Corninho.
Foi aí que Zé-Corninho achou de ficar brincando com um guenzo que apareceu. Espia só. Ele cascaviou um osso no lixo e ficou brincando com o cachorro. Como ele estava com aquela tanguinha mamãe-quero-ser-gay, todo penduricalho do abestado estava do lado de fora. Lá pras tantas dessa brincadeira: tchum!




Ah, o nhenhenhem do perdigueiro-fajuto na carne molezinha do apaideguado deu tempo. E queria largar? O negócio prossegue sem ninguém dar conta da gritaria do Zé-Corninho com o cachorro agarrado mordendo o seu pingulim.
- Agora – continuou Zé Peiúdo -, vamos escolher quem vai varrer a casa. Na segunda, vai ser: Marcialita! Na terça, Afredo Bocoió! Na quarta, Vera, a líder. Na quinta, Volange. Na sexta, Penisvaldo. No sábado, Prazeres-do-céu. E no domingo: Xica-doida.
- Lasquei-me -, reprovou Xica.
- Agora – prosseguiu Zé Peiúdo -, vamos sortear quem vai lavar o banheiro todos os dias da semana. Na segunda, Mamão. Na terça, Vaginalda. Na quarta, Quiba. Na quinta, Biritoaldo. Na sexta, Bestinha. No sábado, Afredo Bocoió. E no domingo, Zé-Bilôla.
- Fudi-me -, arrotou Zé-Bilola.
- E eu que mi estrupiei-me todo!? -, comparou Bestinha agitando o quelelê.
- Agora, vamos escolher quem vai lavar a louça...
A trabuzana prosseguia levando alvoroço. Mais tumulto, cada um anotando as suas obrigações diárias.
O furdunço ia se agigantando com sorteio das tarefas: quem ia lavar e passar roupa, quem indicado para fazer compra, quem vigiaria o recinto e, duas outras meio estranha: quem vai tomar no cu e quem vai ser o bôbo-da-corte. Bem, foi assim que a ripada deixou todo mundo cabreiro no maior quebra-pau. Um protesto de quase derrubar o prédio e encaçapar pro reino dos que não tem volta o apresentador. Como ninguém se entendia, acharam por bem sufocar a gritaria com um evento carnavalesco. Então, deu-se o sucedido. Para animar o sobrado, a Alagoinhanduba AMFM, resolveu patrocinar um evento para ver quem saía da linha e ia pro paredão. Foi que contratou a banda de Mane Preto pra fazer um assustado no recinto.



Imagem: Marcio Baraldi.

O Doro querendo agradar os adversários, distribuiu logo a sua criação etílica, a Teibei, aquela que não só matou o guarda como provocou a maior hagiomaquia entre os santos, arcanjos e anjos no céu.





Quando o som rolou, a frevança comeu no centro e deu-se o estrupício: todo mundo bebericou da mardita e o negócio virou maior zungú! Foi uma ripada da peste da travação virar geral a ponto da Prazeres-do-céu somente com um gole da carraspana, perder a vergonha e a calcinha, fazendo o maior streep tease provocativo.


Imagem: Foto recebida por mail sem indicação de autoria.


Quem vai encarar? A coisa rolou assim. As que possuíam seu lençol esquentado foram logo se aprochegando aos seus manés e se mandaram pros cafofos. Sobraram: padre Bidião que ficou batendo uma bronha enquanto rezava suas orações; o Afredo porque ficou hipnotizado com a dança da beata; a Zefa que estava de buticão em cima do pra-te-vai do reverendo; a Xica Doida que estava intrigada do Biritoaldo porque ele se achegou na Jurema, mas ela se safou na bimba-de-mangueira do Mamão que não desgrudava o olho das partes pudendas da rezadeira nua e endemoninhada; a Volange porque estava reclamando que o Zé-Corninho estava de peia inchada pelas mordidas do vira-lata e não era de mais nada só ficando de queixo caído com a baba escorrendo pelo canto da boca com a sedução da religiosa; Quiba que tava invocada porque o Tolinho ficou brechando pela fechadura a trepada do Bestinha com a Vera; e a bagunçada toda findou ninguém sabe como.



Imagem: recolhida de mail recebido sem autoria.


Uns se envultaram, outros desapareceram e uns tantos restaram zarolhos de bebaços. Resultado: como cu de bebo não tem dono, foi a maior caça às pregas dois dias depois de passada a ressaca e todos encontraram um recado no adro do sobrado:



Imagem: Recado circulando na rede sem indicação de autoria.


Foi aí quando o Zé Peiúdo anunciou a próxima tarefa: quem vai para o paredão? A votação começaria agora e o resultado será anunciado no próximo capítulo. Iéié!!!!



Veja mais sobre:
Big Shit Bôbras aqui.
Todo dia é dia do idoso, Darcy Ribeiro, Annie Besant, Stephen Spender, Rita Cléos, Prosper Mérimée, Nicolaes Berchem, Alessandro Stradella, Paz Vega, Hanz Kovacq & Literatura Infantil aqui.

E mais:
Junichiro Tanizaki, Asha Bhosle, Sandra Werneck, Márcio Baraldi, Louis Jean Baptiste Igout, Vilmar Lopes, Luis Francisco Carvalho Filho, A mundialização da cultura, Internet & Inclusão, Gestão do capital humano, Lucy Lee & Raimundo Fontenele aqui.
A aventura do Zé Bilola pra vereança aqui.
Por um novo dia, Herminio Bello de Carvalho, Brian Friel, Julia Lemmertz, Paolo Sorrentino, Ismael Nery, Bruno Steinbach, J. R. Duran, Iremar Marinho de Barros, Rachel Weisz & O papel do professor e a sua formação na prática pedagógica aqui.
Doro Presidente aqui.
Tolinho & Bestinha: Quando Bestinha enfiou-se na bronca da vida e num teve quem desse jeito aqui.

CRÔNICA DE AMOR POR ELA
Leitora parabenizando o Tataritaritatá (Foto: Ísis Nefelibata).
Veja aqui e aqui.

CANTARAU: VAMOS APRUMAR A CONVERSA

Recital Musical Tataritaritatá - Fanpage.
Veja  aqui e aqui.

VARGAS LLOSA, RANCIÈRE, BADIOU, WAGNER TISO, QUINET, BRUNO TOLENTINO, FRANCINE VAYSSE, FRESNAYE, NÁ OZZETTI & JOAQUIM NABUCO

A BARATA & O MONSTRO - Imagem: The Architect (1913), do pintor cubista francês Roger de la Fresnaye (1885-1925). - A noite e a solid...