sexta-feira, abril 22, 2016

A TERRA & O PORVIR DA HUMANIDADE

A TERRA & O PORVIR DA HUMANIDADE - É preciso repensar melhor a vida. Sim, principalmente refletir sobre responsabilidade humana face ao porvir da Natureza e da Humanidade. É preciso repensar devido as tantas e inúmeras proezas que o próprio ser humano tem realizado com as descobertas, invenções e intervenções que tem substancialmente perturbado a harmonia e diversidade da Natureza e, por consequência, tornando a Terra gravemente doente. O alarme insistente foi soado há tempos dando conta de alerta sobre a ação excêntrica de consumo e desperdício da população, cujos efeitos devastadores sobre a fauna e a flora, colocam o próprio homem, a Terra e todas as espécies em perigo. Essas ações têm provocado uma rede de problemas que trazem por consequência um efeito em cadeia, a partir do aquecimento climático, do degelo das calotas polares, desflorestamentos, desmatamentos, desertos, gases de efeito estufa na camada de Ozônio, os dejetos tóxicos, a poluição do ar por vapores venenosos e partículas pesadas e radioativas, a extração da atmosfera de gases nobres como Neônio, Argônio e Criptônio para fins comerciais, produção de raios ultravioletas artificiais por arcos gasosos, o monóxido de carbono, entre muitas outras ações que têm produzido, entre outros tantos danos de toda ordem, incômodos digestivos, moléstias nervosas e cardíacas, câncer, estresse, ansiedade – o ritmo da vida acelerado e a toda pressão -, e, sobretudo, promovendo instabilidades mentais e emocionais, como resultado do impacto do ambiente que tanto tem levado ao adoecimento grave do próprio homem como do conjunto de seres e coisas que constituem o universo mineral, vegetal e animal, nas entranhas da crosta terrestre, no tapete verde das vegetações, no agrupamento de animais e mamíferos marinhos, aéreos e terrestres, enfim, que tem causado problemas à organização prodigiosa da natureza que é o laboratório que produz diversidade e multiplicidade de modelos de corpos, formas, cores e carcteres diversos paralelos que se corresponde em si, uns com os outros, para a transformação progressiva das espécies. É por isso que é preciso repensar melhor a vida. Estamos no coração da Natureza e o nosso modo de viver tem causado danos ao ambiente e, por consequência, a nós mesmos, tornando-nos, ao mesmo tempo, carrascos e vítimas da mesma guerra. Nossas ações tem maculado o santuário humano que também é das formigas, das abelhas, dos regatos, dos rios, dos mares, das nuvens, enfim, os nossos recursos naturais que nós mesmos estamos envenenando e, por consequência, nos autoenvenenando. Por isso, é preciso repensar melhor a vida, principalmente com a consciência de que nossos recursos naturais são esgotáveis. E que precisamos de uma outra conduta, um outro comportamento que seja pautado nos bons pensamentos, na boa vontade e nas boas ações para buscar o equilíbrio da biodiversidade. É preciso repensar melhor a vida. E afinal poder sorrir como quem vai feliz viver, a manter a crença e o proceder na paz: repensar a vida no ideal de colher e semear a vida pelo que virá depois na alegria imensa para um, mais, dois, mais, viver a vida pelo que foi, é e será. © Luiz Alberto Machado. Direitos reservados. Veja mais aqui

Imagem: a arte do pintor do pós-impressionismo francês Paul Gauguin (1848-1903). Veja mais aqui e aqui.


Curtindo o álbum Reciclagem ao vivo (Eldorado, 1999), do saxofonista, flautista, compositor e arranjador Nivaldo Ornelas.

LEITURA 
Lendo o volume da Obra Completa (Aguilar, 1963), do escritor e advogado Adelino Magalhães (1887-1969).

PENSAMENTO DO DIA 
O que os perós fizeram em 1500 foi só repetir o que já haviam feito fenícios, vikings e outros antigos povos, só que com uma diferença: com a bênção divina da cristandade para prear, matar e pintar o sete. Por isso vou de Desenredo – G.R.E.S. Unidos do Pau-Brasil, de Gonzaguinha & Ivan Lins. E veja mais aqui.

Veja mais O jacaré de óculos & a princesa do Recanto da Iha, Catxerê - a mulher estrela, Immanuel Kant, Vladimir Nabokov, Thomas Stearns Eliot, Éric Rohmer, Yehudi Menuhin, Paul Sieffert, Mae West & Natanael Lima Júnior aqui.

CRÔNICA DE AMOR POR ELA
Veja aqui e aqui.

O DIA DA TERRA


JUNG, BAUMAN, QUINTANA, GONZAGA, JOÃO CABRAL, DOROTHY IANNONE & ESCADA

UMA COISA DENTRO DA OUTRA – Imagem: Blue and wihte sunday morning , da artista estadunidense Dorothy Iannone . - Olá, gentamiga, um dia ra...