quarta-feira, março 19, 2008

APRUMANDO A CONVERSA QUE O NEGÓCIO NÃO ESTÁ PRA BRINCADEIRA



PENSAMENTO DO DIA:
Tem quatro coisas no mundo que não ensino a ninguém: é nadar num rio cheio, correr na frente de um trem. É amar quem não lhe ama, esperar por quem não vem”. Recolhido pelo poeta Juarez Correya de uma senhora sentada nos degraus da igreja matriz de Palmares. In: CORREYA, Juarez (Org). Poetas dos Palmares. Palmares: Palmares, 1973.



FECAMEPA: ISSO É BRASILSILSILSILSILSILSILSIL!!!!!!!!!!!!!!!!
Tem gente que pensa que VOTAR é o mesmo que CAGAR FORA DO PENICO. Da mesma forma tem gente que pensa que a VIDA é o mesmo que ficar ZANZANDO POR AÍ! Olhe o enterro-voltando! E ainda tem a praga do voto vendido!!!



VAPAPÚ!
Quando um quizilento dum fi-da-peste dum chato de galocha enche o saco da gente com uma pacutia tipo ferroada de saúva nos culhões, só tem um jeito: mandar o ré-pra-trás pra casa da puta-que-pariu! E ocê sabe adonde que é a casa da distinta? É só pegar o cata-côrno aí, né meu! Segura esse buzão aí que tem Fabo adoidado pra entrar!



BIG SHIT BÔBRAS: A VERA INDIGNADA, PREST´ENÇÃO!
- Entra pra dentro, Chiquinha!
Entra pra dentro, Chiquinha!
No caminho que você vai
Você acaba prostituta!
E ela:
- Deus te ouça, minha mãe...
Deus te ouça...
(Ascenso Ferreira, Predestinação).

ESCRITOR BRASILEIRO DENUNCIA BRASIL NA OEA - Antuerpio Pettersen Filho, hoje Policial Civil Aposentado, autor do Livro Processo Penal / O Estado no Banco dos Reus , Publicacao Independente de 298 paginas, em que narra a sua Saga, enquanto Servidor Publico, disposto às Mazelas e Desmandos praticados por algumas Autoridades do Estado Brasileiro, denunciou o Brasil junto a OEA / Organização dos Estados Americanos, por praticas antidemocraticas e cerceamento do seu Direito de Defesa, em Washington / EUA. Antuerpio, quem se utilizou do Livro que escreveu como base da Representacao, onde transcreve da frieza dos cartorios dos tribunais os principais assentamentos do Processo que responde pela morte do seu colega de ofício, o Sargento da Polícia Militar do Estado da Bahia José Valerio de Oliveira Neto, demonstra muito claramente que tanto ele como o Sargento foram vitimas de um Estado Perverso, no caso o Governo do Brasil, que fomenta a disputa e acirra odios subjetivos entre entidades afins, no caso a Instituicao de Policia Civil do Estado do Espirito Santo e a Policia Militar do Estado da Bahia. Quer saber mais, acesse: http://www.abdic.org.br/index_def_consumidor.htm ABDIC - Associação Brasileira de Defesa do Indivíduo e da Cidadania. Jornal Grito Cidadão Rua da Grécia, 195, CEP: 29057-660, Barro Vermelho, Vitória - ES. Tel.: 27 3081-6801.



FECAMEPA: NO REINO DO MAMOEIRO:
“(...) O senhor sabe: sertão é onde manda quem é forte, com as astúcias. Deus mesmo, quando vier, que venha armado! E bala é um pedacinho de metal...” (João Guimarães Rosa, Grande Sertão Veredas).



Veja mais sobre:
A poesia nossa de cada dia, Mario de Andrade, Gerardo Mello Mourão, Jacques Tati, Camille Saint-Saëns, Empédocles de Agrigento, Jeremy Lipking, Ismael Nery & Maria Claudia Maciel aqui.

E mais:
Tolinho & Bestinha, Giuseppe Verdi, Nora Roberts, Harold Pinter, Franco Zeffirelli, Maria Teresa Horta, Charles Knight, Ed Wood, Richard Senoner, Dolores Fuller, Neuropsicologia & aprendizagem aqui.
Big Shit BÔbras: quando deram um jorge e depois uma júlia num encontro de quarto grau com um ET - a reaparição do padre Bidão! (será?!) aqui.
O contrato social de Rousseau aqui.
Tolinha & Bestinha: Quando Bestinha se vê enrolado num namorico de virar idílio estopolongado aqui.
As trelas do Doro: escambau aqui.
Proezas do Biritoaldo: Quando a adversidade aperta, o biltre bota o rabinho entre as pernas aqui.



CRÔNICA DE AMOR POR ELA
 Leitora manifesta os seus parabéns pro Tataritaritatá!
Veja aqui e aqui.


CANTARAU: VAMOS APRUMAR A CONVERSA
Paz na Terra
Recital Musical Tataritaritatá - Fanpage.
Veja  aqui e aqui.

VINICIUS, MIGUEL ASTURIAS, ORTEGA Y GASSET, CAMILLE CLAUDEL & RICHARD MARTIN

IARA, IARAVI – Um dia Fiietó se apaixonou. E ele com a sua força e firmeza no braço, altivez de porte e agudez de vista, dominava a matari...