domingo, maio 06, 2012

A PAIXÃO AVASSALADORA QUANDO ELA É A TERRINA DO AMOR


 TERRINA – Imagem: art by Julio Pomar - Quando essa menina chega do grotão, toda sem noção, toda cabotina, aí se mostra então a mais fogosa bailarina - flor agreste no Raso da Catirina. Ela nem imagina e faz que não. Solta o seu bordão de dissimulada catilina - ah, quanta possessão! Quanta divina tesão! É a mais trelosa das traquinas no raio da silibrina! Quando essa menina chega no porão, o seu clarão de estrela cristalina reluz no salão e me fascina com seus olhos de esverdeada turmalina. Que bão! É a mais revigorante vitamina! Tudo me ilumina em plena escuridão - o seu choque de luz na retina me enche de emoção. Quando essa menina vem de sopetão: pele fina, lábios de antemão. Carne cajuína prenhe de paixão. Logo azucrina, perde a compleição. Logo me abomina e me passa um carão. E faz jogatina, quer passar gamão. Enrola a cocaína, doura o canjirão. Dá um carreirão de bater em Santa Catarina. Quando volta dobra a esquina, finge mangação. Como arisca vem guenza canina, quer que eu cante uma canção. De preferência, Carolina – ou a com K debaixo da lamparina. Vira Zezulina toda manhosa e me faz alisar a sua rosa, acionar sua buzina pra me fazer prosa e sua ave de rapina toda ouriçada que ela alada se enrosca, entroncha e se entranha mais que feminina, com a sua candura franzina, feita meu pirão. É quando essa menina abre o coração, a terrina, ela é bela verde quente Teresina na minha desolação. É quando ela vai sestrosa se derretendo frochosa, toda feita cremosa margarina pra minha saboreação. É quando ela revira o chão e se amunta granfina, fica atrepada na minha caeselpina com toda gula de heroína da mais louca raça nordestina que manda ver no rojão, viva São João! E esquenta a bobina, vira o caminhão, sobe e desce repentina até grunhir feito um cão. Não findou não. Como ela não pára não, vira logo Catarina, depois vira Severina, quando apruma a direção. Ela se ajeita arguta. Toda ferina, ela me chupa, me exulta, sou a predileta tangerina que ela sorve com sofreguidão. Depois toma o meu coração, tudo refina: minha alma e minha vida, tudo ajeitado com a resina que escoa da sua mão para ser no vão da sua cabina o universo de sua taça servida. © Luiz Alberto Machado. Veja mais aqui.


PROGRAMA DOMINGO ROMÂNTICO – O programa Domingo Romântico que vai ao ar todos os domingos, a partir das 10hs (horário de Brasilia), é comandado pela poeta e radialista Meimei Corrêa na Rádio Cidade, em Minas Gerais. Confira a programação deste domingo aqui. Na edição deste 06/05 do programa Domingo Romântico, comandado pela radialista e poeta Meimei Correa, comemorando o Dia do Matemático, do Cartógrafo e da Coragem, traz uma série de atrações, confira: Tchaikovsky, Tom Jobim, Duofel, Paul McCartney, Yes, Alceu Valença recitando Ascenso Ferreira, Almir Sater e Renato Teixeira, Gonzaguinha, Ivan Lins, Toquinho, Sonekka, Beth Carvalho, Skank e Nando Reis, João Bosco, Leona Lewis, Capital Inicial, Maryah Carew, Vania Bastos, Renata Arruda, Claudio Nucci e Ze Renato, Vander Lee, Oswaldo Montenegro, Djavan, Dery Nascimento, Fal Out Boys, João Albrecht, Adryanna BB, Wilson Sideral & Jota Quest, Marianna Leporace, Soul ll Soul, SuperTramp, Terry Winter, Milton Nascimento, Marcelo D2, Art Popular, Zizi Possi & Gilberto Gil, Luiz Alberto Machado & muito mais! Confira mais aqui.
 

 

Veja mais sobre:
Ginofagia aqui, aqui e aqui

E mais:
O presente na festa do amor aqui.
Primeiro encontro, a entrega quente no frio da noite aqui.
Primeiro encontro: o vôo da língua no universo do gozo aqui.
Ao redor da pira onde queima o amor aqui.
Por você aqui.
Moto perpétuo aqui.
O uivo da loba aqui.
Ária da danação aqui.
Possessão Insana aqui.
Vade-mécum – enquirídio: um preâmbulo para o amor aqui.
Eu & ela no Jeju Loveland aqui.
Todo dia é dia da mulher aqui.
O flagelo: Na volta do disse-me-disse, cada um que proteja seus guardados aqui.
Big Shit Bôbras aqui.
A chupóloga papa-jerimum aqui.
Educação Ambiental aqui.
Aprender a aprender aqui.
Crença: pelo direito de viver e deixar viver aqui.
É pra ela: todo dia é dia da mulher aqui.
A professora, Henrik Ibsen, Lenine, Marvin Minsky, Columbina, Jean-Jacques Beineix, Valentina Sauca, Carlos Leão, A sociedade da Mente & A lenda do mel aqui.
Educação no Brasil & Ensino Fundamental aqui.
Bolero, John Updike, Nelson Rodrigues, Trio Images, Frederico Barbosa, Roberto Calasso, Irma Álvarez, Norman Engel & Aecio Kauffmann aqui.
Por você aqui.
Eros & Erotismo, Johnny Alf, Mário Souto Maior & o Dicionário da Cachaça, Ricardo Ramos, Max Frisch, Marcelo Piñeyro, Letícia Bretice, Frank Frazetta, Ricardo Paula, Pero Vaz Caminha, Gilmar Leite & Literatura Erótica aqui.
Todo dia é dia da mulher aqui.
Fecamepa aqui e aqui.
Palestras: Psicologia, Direito & Educação aqui.
Livros Infantis do Nitolino aqui.
&
Agenda de Eventos aqui.

CRÔNICA DE AMOR POR ELA
 Veja aqui e aqui.

CANTARAU: VAMOS APRUMAR A CONVERSA
Paz na Terra: 
Recital Musical Tataritaritatá - Fanpage.
Veja  aqui e aqui.




PAULO FREIRE, LEWIS CARROLL, COOMBS, SILVIO ROMERO, BRECHERET, GUIOMAR NOVAES, SEBASTIÃO TAPAJÓS, FÁBIO DE CARVALHO, ARANTES GOMES DO NASCIMENTO & EDUCAÇÃO

CRIATIVIDADE & INOVAÇÃO NA PRÁTICA EDUCATIVA – Imagem: Luta dos índios Kalapalo (1951), do escultor Victor Brecheret (1894-1955) - A...