sexta-feira, dezembro 23, 2016

QUEM SABE TUDO DARÁ CERTO ATÉ CERTO PONTO OU NÃO!


SOBREVIVENTE DE DEZEMBRO A DEZEMBRO – (Imagem: desenho de um sobrevivente da bomba atômica, Odawa Sagami – Hiroshima Peace Memorial Museum ) Sobrevivente sou desde a contagem regressiva da virada do ano passado, e olhe que a coisa vem aos solavancos e na maior banguela ladeira abaixo, eu no meio, pedindo arrego acenando pra ver se alguém me enxerga no meio do afogamento todo desse alagamento que quase não tem mais fim e engolindo todo mundo! Ave, teietei! Foi. O ano engatou a primeira e, ao debrear, passou logo pra quinta da sexta marcha, coisa mais parecendo do tipo velocidade da luz num turbilhão sem fim que, quando dei fé, era dezembro! Menina! Vixe! Pois é, é como se o Brasil batesse o pé pra ser levado a sério e, por causa disso, Papai Noel tivesse caído nas suspeitas da Lava Jato por indícios de que estava carregando no saco dinheirama traficada dos subornos da Petrobrás, sendo procurado coercitivamente pelos quatro cantos do mundo pela Polícia Federal e responsabilizado pelo azedume que ficou a economia pros empresários infelizes por não terem salvado o seu natal e que, por consequência nefasta disso, o time lá de nem sei quem dos fulanos dos colhões inchados caiu pra segunda divisão e levou junto uma tuia de deputado e senador pra bancarrota o que periga tirar de circulação um bocado de bloco que é capaz de nem sair no carnaval do ano que vem, aumento de meio mundo de coisa por carestia nos bolsos deles e num efeito em cadeia que vai pegar a gente desprevenido só pra risadagens deles. Coisa de louco no maior breu! Pelo jeito está tudo enganchado com o aumento das passagens e o calote da previdência no golpe que vai de vento em popa e a gente pagando o pato pela bilionésima vez e não se aprende e vota tudo de novo de eleição em corrupção avolumando o desespero de quem acha que não tem nada a ver com isso e está com o rabo preso até o último pentelho do cu. Valha-me quem quer que seja que esteja de plantão! Vá lá que seja qualquer segundo do terceiro escalão que o Brasil só volta a funcionar de mesmo só depois do carnaval. Eu mesmo só não bati as botas de vez, porque fui contemplado com a magia dos encantos de Freyaravi, o amor aquecendo o coração no verão de dezembro a dezembro, ulalá. Não fosse o feitiço dela, larali laralá, eu já tinha emborcado na primeira esquina dos vexames, porque o Brasil só está servindo mesmo pra matar a gente do coração ou de qualquer outro susto. Sobrevivente eu vou & vamos aprumar a conversa! © Luiz Alberto Machado. Veja mais aqui

 Curtindo o álbum Vespertine (Universal Music, 2001), da cantora e compositora islandesa Björk. Veja mais aqui, aqui e aqui.

Veja mais sobre:
Crônica natalina, John Keats, Lampedusa, Gregório de Matos Guerra, Betinho, Chet Baker, Paulo Cesar Sandler, Franco Zeffirelli, Willy Kessels, Hans Makart & Teatro Renascentista aqui.

E mais:
Natal de Popó aqui.
Pastoril do Doro aqui.
O banquete natalino de Beliato aqui.
Papai Noel amolestado aqui.
A prisão do Papai Noel aqui.
Então, é natal aqui.
Quando o Brasil dá uma demonstração de que deve mesmo ser levado a sério aqui.
A croniqueta de antemão aqui.
Proezas do Biritoaldo aqui.
Todo dia é dia da mulher aqui.
Fecamepa aqui e aqui.
Palestras: Psicologia, Direito & Educação aqui.
Livros Infantis do Nitolino aqui.
&
Agenda de Even87tos aqui.

DESTAQUE: LA PIANISTE 
O premiado fil7me La pianiste (A professora de piano, 2001), escrito e dirigido por Michael Haneke, baseado no romance Die Klavierspielerin, da escritora e dramaturga austríaca Elfriede Jelinek, conta a história de uma solitária e fria professora de piano, reprimida sexualmente e é flertada por um de seus alunos e, depois de costumeiras idas a uma loja pornográfica, resolve aceitar o jogo sadomosoquista com o aluno. O destaque do filme fica por conta da atuação da premiada atriz francesa Isabelle Huppert.

CRÔNICA DE AMOR POR ELA
 Arte da série Ophelia II, da artista plástica Márcia Porto.
Veja aqui e aqui.

CANTARAU: VAMOS APRUMAR A CONVERSA
Paz na Terra: 
Recital Musical Tataritaritatá - Fanpage.
Veja  aqui e aqui.


JULIO VERNE, JOÃO GONÇALVES, EDUCAÇÃO INCLUSIVA & ACESSIBILIDADE NA BIBLIOTECA FENELON!

O ESPADACHIM DO CANAVIAL – Imagem do artista plástico João Gonçalves - O que Zedonho tinha de ocrídio, tinha de trabalhador. Pense num su...