quinta-feira, setembro 04, 2008

DICIONÁRIO POLÍTICO DO BIG SHIT BÔBRAS & DO FECAMEPA

ABC DA MERDARIA ELEITOREZ



AH, AGORA SÓ NA OUTRA! – Situação do eleitor depois de constatar a merda que fez ao votar.

ARROCHA PUTADA! – Chavão de candidato.

BOTA PRA FODER – Chavão da claque do candidato preferido.

CAGADA PELOS QUATRO CANTOS DO MUNDO – O rabo preso na porta. Vestígios da passagem de políticos. Passos dos políticos.

CARA DUM, CU DO OUTRO – a panelinha dos políticos. O mesmo que farinha-do-mesmo-saco. Arengam, trocam tapa, mas quando é pra botar no fiofó do povo, fazem as pazes e fodem tudo.

CEGO EM TIROTEIO – situação do candidato em período de re-eleição. O mesmo que fogo-cruzado.

COLIGAÇÃO – O ninho-de-gato. Ou cu-de-macaco. Ou, ainda, cu-de-boi-na-área-do-central. O mesmo que embrulhar duas vassouras, um velocípede, duas bandejas de ovos, uma lata de queijo do reino, uma caixinha de porcelana fina e umas ximbras soltas só para embananar mais o pacote.

CONVERSA PARA BOI DORMIR – É a lengalenga das promessas dos candidatos. O mesmo que miolo de pote ou conversa mole.

CONVERSA MOLE – Promessas. Aranzel. Asneiras. O mesmo que conversa para boi dormir. Ou miolo de pote.

DIA DE SÃO NUNCA – Dia em que as promessas dos candidatos serão todas cumpridas. O mesmo que “Quem ver morre!”.

EMPATA FODA – É o candidato que aparece de repentelho só para arrear a lenha nos outros candidatos da majoritária.

FODEU, MARIA-PREÁ – Situação periclitante constatada pelo eleitor depois que sacou a merda que fez na hora de votar.

GUIA ELEITORAL – Merda na venta. Encheção de saco. É a hora que todo candidato tem de grátis – pago por você, eleitor - para jogar na sua cara que você é um eleitor otário.

IH, MAS NUM É? – Constatação óbvia do eleitor para sacar que todo político não só calça 40, como come no mesmo prato.

JATOBA – Ação dos políticos. Enrolação. Covardia. Cagada dos políticos. Promessa não cumprida.

KAPORRA – Escândalo duca, aquele que o seu candidato está atolado até as ventas por apropriação indébita do erário público.

LALAU – Apelido de político. E de outros salafrários, autoridades, enrolões, bandidos, etc etc.

ME ENGANEI COM A COR DA CHITA! – é a cara de tacho do eleitor logo depois da posse do candidato que ele votou.

MERDA NELES – O que o povo deveria fazer na lata dos políticos: joga a bosta na verdadeira Geni. Confissão: uma idéia imitada dos argentinos que realizam o Merdazzo pros políticos que andam fora da linha.

MERDA PURA – O candidato no alvo do adversário. Ou a valia de qualquer candidato.

NADICA DE NADA – É o que vale aquele que vendeu o voto. O mesmo que titica de galinha. Ou melhor, é o mesmo que cagar no prato que come.

O MUNDO É UMA BOLA – É assim que a humanidade é tratada pelos políticos e autoridades.

PÉ-DE-COBRA – O mesmo que quem ver morre. Mas, essa tem duplos, triplos e quádruplos significados. Entre eles: 1. O candidato eleito depois da posse. 2. O que todo mundo sabe que tem, onde está, o que faz e como e onde encontrar, mas ninguém faz nada: compra de voto, boca-de-urna e honestidade de político.

QUEM VER MORRE! – É o mesmo que o dia de são nunca, aquele quando todas as promessas dos candidatos serão cumpridas.Verdade: se ver isso acontecer um dia, morre na horinha mesmo. Basta se deparar com essa possibilidade que o bocó bate as botas na hora. É, como diz o Ceguinho Magela, muito difice.

RUIM POR RUIM, VOTE EM MIM – Chavão de candidato perdedor. Merda por merda, faça também a sua merda, ora.

SANTO DO DIA – O candidato. É que o cabo-eleitoral atribui virtudes santificadas ao patrão.

TODO MUNDO TEM QUE TOMAR NO CU – Lei e cartilha dos políticos com relação ao povo.

UIUIUIUIUIUIUIUIUI!!!! – Estrimilique depois da pavoneada do candidato arreando a lenha no adversário. Também a vertigem da eleitora diante da chegada do candidato bonitão. Ou, ainda, a tontura do eleitor desavisado ao constatar que o vencedor vai foder com a alma de todo mundo.

VIDRAÇA – a lata do candidato. Foto, cara.

XIS DA QUESTÃO – Combater a injustiça no Brasil.

ZÉ-BUNITIM – o ocrídio candidato.




Veja mais sobre:
De segunda pra terça, Herbert de Souza – Betinho, Carlos Byington, Hesíodo, William Etty, Jaques Morelenbaum, Luiz Nogueira, Meca Moreno, &Armando Lemos aqui.

E mais:
Zé Corninho, o pintudo mais gaiúdo do mundo aqui.
As máximas do Sexus de Henry Miller aqui.
A primavera de Ginsberg aqui.
A arte musical de Irah Caldeira aqui.
O cordel O assassino da honra, de Caetano Cosme da Silva aqui.
A organização, a psicologia e o comportamento humano aqui.

CRÔNICA DE AMOR POR ELA
 Arte Ísis Nefelibata.
Veja aqui e aqui.

CANTARAU: VAMOS APRUMAR A CONVERSA
Paz na Terra:
 Recital Musical Tataritaritatá - Fanpage.
Veja  aqui e aqui.
 

JAMES JOYCE, DELEUZE, JOAQUIM CARDOZO, AGAMBEN, RODOLFO AMOEDO, ARRIGO BARNABÉ & VÂNIA BASTOS, LUCIAH LOPEZ, NA ERA DO RADIO & BEZERROS

COMEÇAR, RECOMEÇAR & DOIS MILHÕES DE BEIJABRAÇÕES - Imagem: foto de Alexandre Buisse – A vida pra ser vivida é feita de ação, movimen...