quarta-feira, janeiro 22, 2014

TROÇO BULINDO NAS CATRACAS DO QUENGO!!!



PENSAMENTO DO DIA – Quando não se pensa direito, a cara sofre a maior vergonha. Tenho dito. Veja mais aqui.


UMA DO POETA ABEL FRAGA Uma meritória de entrar nas Crônicas Palmarenses é, sem sombra de dúvida, a tirada do poeta Abel Fraga, aquele quando via todas as frochosas moças, moçoilas e senhoras rebolando impunemente nas calçadas: - Ih, tanta mulher dando sopa e eu sem colher pra tomar. Veja mais Crônicas Palmarenses.


PORQUE CANTAR JÁ NÃO MUDA EM MANHÃ, DE FERNANDO FÁBIO FIORESE FURTADO – Conheci o trabalho poético do escritor e professor universitário mineiro Fernando Fábio Fiorese Furtado com o seu livro Corpo Portátil (2002). Nessa época fiz destacá-lo no meu Guia de Poesia. Depois reuni alguns de seus poemas desse livro no meu blog Varejo Sortido.

Agora resolvi musicar o seu poema:
PORQUE CANTAR JÁ NÃO MUDA EM MANHÃ
Música de Luiz Alberto Machado sobre poema de Fernando Fiorese

Porque cantar já não muda em manhã
A paisagem, nem mesmo abrevia a cena
Onde me falta, ali onde o amor acena
- decerto uma rubrica temporã,

o gesto equívoco de quem espera
aquele que na palavra demora
e, sabendo não haver olhos nem hora,
descreve a elipse que não quisera.

Porque cantar já não apura senão
O palrar do corpo, a palavra pouca
E demasiada – o nada, o nunca, o não.

Porque mesmo em festa, cantar ressalta
O que em mim recusa, recua ou apouca
Quando a palavra acusa minha falta.

OBS: veja o clipe dessa música aqui.

E também selecionei alguns poemas seus no Brincarte do Nitolino. E sempre que estou com esse personagem nos palcos pra criançada, sempre recito:

LINHAS RIVAIS

Trem é texto quando encontra desvio

Ou nos surpreende em meio ao pontilhão,

E da origem as pernas se desdão

Para o mundo acomodar neste livro.

Mas texto é menos trem que o enguiço

De saber que no verso desembarca

Apenas a prosa dessas coisas arcas

Com que menino se salva do olvido.



Seja a prosa como dormir num trem

E a poesia quando a aduana sobrem:

Naquela, até o sonho encontra sua reta,

Uma voz de si mesma estrangeira

- e como fosse toda ela suspeita,

A bagagem uma outra mão desfaz

Mão que vacila entre linhas rivais.


OS DESENHOS DE FABIANO PEIXOTO – Conheça os desenhos do jovem Fabiano Peixoto clicando aqui.

Veja mais sobre:
Maria Callas, Psicodrama, Gestão de PME, Responsabilidade Civil & Acidentes de Trabalho aqui.

E mais:
Arte & Entrevista de Luciah Lopez aqui.
Psicologia Fenomenológica, Direito Constitucional, Autismo, Business & Marketing aqui.
Big Shit Bôbras, Zé Corninho & Mark Twain aqui.
Abigail’s Ghost, Psicologia Social, Direito Constitucional & União Estável aqui.
Betinho, Augusto de Campos, SpokFrevo Orquestra, Frevo & Rinaldo Lima, Tempo de Morrer, The Wall & Graça Carpes aqui.
O cinema no Brasil aqui.
Dois poemetos em prosa de amor pra ela aqui.
Agostinho, Psicodrama, Trabalhador Doméstico, Turismo & Meio Ambiente aqui.
Dois poemetos ginófagos pra felatriz aqui.
Discriminação Religiosa, Direito de Imagem, Direito de Arrependimento & Privacidade aqui.
A minissaia provocante dela aqui.
Princípio da probidade administrativa aqui.
O alvoroço dela na hora do prazer aqui.
Canção de Terra na arte de Rollandry Silvério aqui.
Todo dia é dia da mulher aqui.
A croniqueta de antemão aqui.
Fecamepa aqui e aqui.
Palestras: Psicologia, Direito & Educação aqui.
Livros Infantis do Nitolino aqui.
&
Agenda de Eventos aqui.

CRÔNICA DE AMOR POR ELA
Veja Fanpage aqui & mais aqui e aqui.

CANTARAU: VAMOS APRUMAR A CONVERSA
Recital Musical Tataritaritatá - Fanpage.
Veja os vídeos aqui & mais aqui e aqui.




PRIMO LEVI, ALTHUSER, OSCAR WILDE, FERNANDA MONTENGRO, SÉRGIO AUGUSTO DE ANDRADE, NEUZA PARANHOS, APOLLONIA SAINTCLAIR & PADRE BIDÃO

OS MILAGRES DO PADRE BIDIÃO - Muito se tem falado a respeito dos milagres praticados pelo Padre Bidião. Eu mesmo nunca vi um sequer, mas...