sábado, junho 02, 2012

FRANZ WERFEL, ÉRICO VERÍSSIMO, HUXLEY, MERLEAU-PONTY, DOSTOIÉVSKI, DÓRIS MONTEIRO, LITERATURA ERÓTICA & BREBOTES NOS DROPS ARRUELADOS

 
Curtindo a arte da sempre bela e diva, a cantora e atriz Dóris Monteiro, eleita em 1952 como a Rainha dos Cadetes e Rainha do Rádio em 1956, gravou seu primeiro álbum musical em 1954 – Vento soprando (Continental) e atuou como atriz na extinta TV Tupi, além de participar de diversos filmes.

BIBLIOTECA EROTOLÓGICA: SUMÉRIA & BABILÔNIA – Entre 5 a 6 mil aC, os sumérios na Mesopotâmia, veneravam, entre os rios Tigre e Eufrates, a deusa da Terra, Inini, como criadora do amor e “abridora do ventre das mulheres”. Os sumérios realizavam festas de fertilidade onde as mulheres casadas poderiam fazer sexo com qualquer homem, além do marido, desde que se cumprisse uma regra: deixar cair na terra o sêmen do homem que não era seu marido, a fim de não fecundá-la, pois, do contrário, faltaria com o respeito ao marido. Além disso, a população dos sumérios era governada pelos sacerdotes como reis do Estado, e eram eles os escolhidos pelos maridos para tirar a virgindade de suas futuras esposas. Também na Suméria encontra-se o Épico de Gilgamesh, um herói dois terços deus e um terço homem, que tem no povo da sua cidade Urak, o inicio das suas aventuras, quando sua lubricidade não deixava nenhuma virgem para o próprio amante, nem a filha do guerreiro nem a esposa do nobre. Para enfrentar a criatura brutal Enkidu, Gilgamesh envia uma “prostituta do templo do amor, uma filha do prazer” para seduzi-lo. Ao cabo de seis dias e seis noites Enkidu conheceu as maravilhas da civilização e foi conduzido pela prostituta para sempre. Também entre os sumérios era corrente a frase “peixe quente no umbigo dela” quando os amorosos usavam este orifício humano como repositório para uma vasta faixa de objetos eroticamente estimulantes. Concluiu-se com isso que “peixe quente” era um dos razoáveis números de pitorescos coloquialismos da época para o pênis, fato repetido em outras civilizações, como os antigos gregos que atribuíam símbolo fálico aos peixes quando empunhavam suas imagens gigantescas nas procissões dionisíacas. BABILÔNIA – Na antiga Babilônia, só se reconheciam as conexões sexuais dentro da união natural do marido e mulher, quando se condenava à abominação e à morte a união homossexual. No entanto, a zoofilia nas sociedades pastoris já não era incomum, como também a homossexualidade e o intercurso anal heterossexual. Veja mais aqui, aqui e aqui.


DITOS & DESDITOS - Felicidade é a certeza de que nossa vida não está se passando inutilmente. Pensamento do escritor Érico Veríssimo (1905-1975). Veja mais aqui.

ALGUÉM FALOU: A castidade é a mais anormal das perversões sexuais. Expressão do escritor inglês Aldous Huxley (1894-1963). Veja mais aqui.

PRIMAZIA DA PERCEPÇÃO – [...] Ele vê-se ao ver; toca-se ao tocar; é visível e sensível para si mesmo. É um eu, não por transparência, como o pensamento, que nunca pensa em nada, a não ser assimilando-o, constituindo-o, transformando-o em pensamento - mas um eu de confusão, narcisismo, inerência daquele que vê naquilo que vê, que toca naquilo que toca, da sensação no que sente [...] Devemos entender literalmente o que a visão nos ensina: nomeadamente, que através dela tocamos o sol e as estrelas, que estamos em toda parte ao mesmo tempo, e que até mesmo o nosso poder de nos imaginar noutro lugar – “Estou em Petersburgo na minha cama, em Paris, os meus olhos vêem o sol” – ou de imaginar livremente seres reais, onde quer que estejam, é emprestado da visão e emprega meios que devemos à mesma. [...]. Trechos extraídos da obra The primacy of perception: And other essays on phenomenological psychology, the philosophy of art, history, and politics (Northwestern University Press, 1964), do filósofo fenomenólogo francês Maurice Merleau-Ponty (1908-1961). Veja mais aqui.

CRIME & CASTIGO – [...] Tenho de proclamar a minha incredulidade. Para mim não há nada de mais elevado que a ideia da inexistência de Deus. O homem inventou Deus para poder viver sem se matar. Decididamente não compreendo por que é mais glorioso bombardear de projéteis uma cidade do que assassinar alguém a machadadas. [...] Às vezes o homem prefere o sofrimento à paixão. [...] A purificação pelo sofrimento é menos dolorosa que a situação que se cria a um culpado por uma absolvição impensada. [...] A tragédia e a sátira são irmãs e estão sempre de acordo; consideradas ao mesmo tempo recebem o nome de verdade. [...] Também na minha casa, hoje, nenhuma cadeira continua como estava ontem, pois eu já não sou o mesmo. [...] Trechos extraídos da obra Crime e castigo (Abril, 1972), do escritor russo Fiódor Mikhailovich Dostoiévski (1821 - 1881). Veja mais aqui.

POEMAMeu único desejo, Homem, é ser teu parente! / Sejas negro ou acrobata, repouses ainda nas profundezas / da guarda materna, / Vibre no pátio o teu canto de menina, / dirijas tua jangada ao fogo do crepúsculo, / Sejas soldado ou aviador de acirrada energia! / Não eras tu que, em criança , andavas de espingarda ao / suspensório verde? / E quando a arma escorregava, outro pedaço de gente se / esquivava. / Meu irmão Homem, se canto a tua lembrança, / Não me queiras mal, arrebenta em soluços comigo! / Pois eu vivi profundamente todos os destinos. Conheço bem / A angústia da harpista solitária nas orquestras das estações / de águas, / A da tímida governanta no seio da família estranha, / A do estreante, a tremer na frente do ponto. / Vivi nas florestas, fui um ferroviário, / Curvei-me sobre livros de contabilidade e servi fregueses / rabugentos. / Foguista, fiscalizei caldeiras, o rosto lambido pela chama crua; / Cule, comi os restos da cozinha. / Eu te pertenço como a qualquer homem! / Suplico-te: não te recuses! / Ah se isso pudesse acontecer, meu irmão, / Que caíssemos nos braços um do outro! Poema do poeta, dramaturgo e romancista austríaco Franz Werfel (1890-1945). Veja mais aqui.


ISTO É BRASIL - Pra que mesmo tanta lei se, apesar da compulsoriedade, jamais será cumprida, hem? Isto é Brasilsilsilsilsilsil. 



PIZZA NA CASSAÇÃO DO DEMÓSTENES – Um conluio entre parlamentares condimenta ainda mais a pizza nos trabalhos da CPMI do Cachoeira. A última é o arrumadinho de maracutaia pra salvar o Demóstenes da cassação. Mais uma pra aumentar a fedentina dos meandros do poder. É por isso que gente como o Ministro do STF, Gilmar Mendes diz: “O povo não é soberano nsas democracias constitucionais!”. E viva o Fecamepa!


PEIDO CAUSA APELO COMOVENTE DE MÃE – Vera – a que se acha a Carolina Dickman de Alagoinhanduba – mais uma vez passou da conta: topada dos birinaites deu uma gaitada espetacular ao assumir que o vibrador folheado a ouro supostamente roubado de sex shop e a calcinha que apareceu na Câmara dos Deputados era propriedade legítima dela. A marmanjada caiu em cima e, por causa disso, ela pilheriou tripudiando sobre a moçada, de se peidar toda às gargalhadas e infestar o ambiente com uma inhaca danada: - “Menina, tá na hora de cuidar da tripa gaiteira, hem?!”. Ora, o que foi de neguinho fugando às léguas não tava no gibi, fato que contribuiu para queimar o filme dela no maior fuxico da paróquia. Pela provocação, no outro dia, de ressaca, ela teve que encarar a reprimenda com um conselho comovente de mãe: - “Minha fia, largue dessa vida, tenha fé em Deus e tome um suquinho de graviola pra num causá tanta fedentina”. Na horagá, ela não deixou por menos: - “Ora, mãe, mulher também peida em cima do tamanco, afinal eu também tenho cu e não posso implodir com indigestão, né?!” E viva o Big ShitBôbras!!!!


CASAS LEGISLATIVAS DE ALAGOAS – Os deputados estaduais de Alagoas passaram a receber por vencimentos a partir do final de maio, a bagatela de R$ 20 mil por mês, enquanto os vereadores de Maceió ganham R$ 14 mil desde janeiro deste ano. Esses aumentos foram dados em virtude de equiparação com o salário mínimo de R$ 622 (isso no argumento deles, viu!?!?!) Equiparação? Nessa hora a trupe do Big ShitBôbras boquiaberta instou do Doutor Zé Gulu que, em resposta às peiticas deles, saiu com essa: - "Tá certo! Veja no dicionário: o ato ou efeito de equiparar é o mesmo que dar regalias ou vantagens iguais a pessoas ou funções diferentes! Tá justificado, ora! Essa é a lógica desse Brasilzão véio, arrevirado e de porteira escancarada: enquanto a maioria esmagadora arrombada de não ter onde cair morta de fudida e mal paga, os sabidos deitam e rolam com o dinheiro público". E viva o Fecamepa!!!!


ECO DO BADALO – Não bastando a questão dos vencimentos dos parlamentares alagoanos, ainda vem, em cima da bucha, aquela velha biziga do aumento deles na casa legislativa. Aí o Doro puto da vida sapecou: - “Agora qui o carrossé vai rodá dum jeito da fábrica di óleo di peroba num dá vencimento!”.





Veja mais sobre:
O banquete natalino do Beliato, Erich Fromm, James Joyce, Manoel de Barros, Jean Genet, Peter Greenaway, Édith Piaf, Vivian Wu, Gamiani, Nathan Oliveira & Suzana Jardim aqui.

E mais:
Educação, orientação & prevenção ao abuso sexual aqui.
Orientação sexual aqui.
Educação sexual & gravidez na adolescência aqui.
Violência contra a mulher aqui.
As previsões do Doro, Bridgit Mendler, Silvio Romero, Tanja Dückers, Zinaida Serebriakova, Teatro Medieval, Uma estória do sertão, Cinema, Cidinha Madeiro, Linguagem, poder & discriminação aqui.
Brebotes & clecks arruelados aqui.
As delícias do pomar dela aqui.
Pocotós & outras bufas aqui.
Carlo, uma elegia aqui.
O ritual do amor aqui.
Brebotes & outros clecks arruelados aqui.
Clarice Lispector, Raymond Bernanrd, Freud & Psicanálise, Hilton Japiassu & Fecom aqui.
Traquinagens do amor aqui.
Todo dia é dia da mulher aqui.
Fecamepa aqui e aqui.
Palestras: Psicologia, Direito & Educação aqui.
Livros Infantis do Nitolino aqui.
&
Agenda de Eventos aqui.

CRÔNICA DE AMOR POR ELA
 Leitoras comemorando a festa Tataritaritatá!
Art by Ísis Nefelibata
Veja aqui e aqui.

CANTARAU: VAMOS APRUMAR A CONVERSA
Paz na Terra: 
 Recital Musical Tataritaritatá - Fanpage.
Veja  aqui e aqui.

HUMBERTO MATURANA, SAMANTA SCHWEBLIN, NÚRIA AÑÓ & LÍVIA FALCÃO

    TRÍPTICO DQP: Sobrevivo... – Imagem: AcervoLAM: Antes do Verbo havia o antes e era Néstogas, a o som do Concert Barbakan Festival Brat...