terça-feira, março 22, 2016

O REINO DAS ÁGUAS

O REINO DAS ÁGUAS (Imagem: Turismo de Gentio do Ouro: Paulo Afonso – BA) – Sou das águas e fui batizado no rio para ser mais que vivente no vórtice do tempo e do espaço. E fui menino treloso da beira que não via a guilhotina das horas rompendo as barra dos anos. E cresci pelos brejos moleque travesso, sem temores nos olhos para brindar algazarras nas saias das lavadeiras que se riam fagueiras de sempre pra me carregar nos seios molhados, pregados na roupa que mais dera nua que eu buliçoso na pele delas. E adolesci no Riacho dos Cachorros purificando meu ser com as moças perdidas daquelas bandas, aos timbungues ousados de mãos e pernas no sexo a contornar o que delas emergia aos prazeres mais que viciados de sede nas emanações de cio e volúpias. E amadurecido na Lagoa Manguaba pelos noturnos decotes que saltavam da lua e me davam diários requebros de ancas miraculosas enfrentando os torós e as correntezas dos anos se fizeram pés-d’águas nas corredeiras dos dias, enxaguando traumas, aguando remorsos pro choro na chuva que lavou minhas culpas e me deu cachoeiras na mijada do gigante que temia menino e hoje mais tremo com o bramido ensurdecedor de suas cataratas, pra saber das tempestades que se fazem orvalho na bonança de cada porto e sou mais do que vivo amanhã para ter-lhe em meu sangue e saber-me líquido na ubíqua existência de todas as coisas. © Luiz Alberto Machado. Direitos reservados. Veja mais aqui

 Imagem: Moon river, do artista plástico ucraniano Kot Valeriy.

E veja mais Alvoradinha & Brincarte do Nitolino, Rajneesh, Anatol Rosenfeld, Milan Kundera, Endimião & Selene, Jorge Ben-Jor, Dia Mundial da Água, Anthony van Dyck, Lena Olin, Socorro Cunha, Teco Seade & João Lins aqui.

CRÔNICA DE AMOR POR ELA
Imagem: Woman, by Vasily Zolottse.
Veja aqui e aqui.
 

VINICIUS, MIGUEL ASTURIAS, ORTEGA Y GASSET, CAMILLE CLAUDEL & RICHARD MARTIN

IARA, IARAVI – Um dia Fiietó se apaixonou. E ele com a sua força e firmeza no braço, altivez de porte e agudez de vista, dominava a matari...