quarta-feira, setembro 28, 2011

A MULHER, LUTAS E CONQUISTAS



A MULHER NOS PRIMÓRDIOS DA HUMANIDADE - O papel da mulher estava definido dentro de uma particularidade: elas eram consideradas como um recurso financeiro e tratada pelos homens das formas tribais mais remotas do planeta, como um animal ou pedaço de terra adquirido. Ela detinha, portanto, uma condição de submissa e subalterna desde as mais remotas eras.
MULHER NA ANTIGUIDADE - Predomínio das deusas Afrodite, Semíramis, Rhianom, Astartéa, Cibele, Freya, Frigga, Ostara, Innana, Nisara, Nungal, Nigirimm, Figuras representativas e que exerceram papéis sociais e religiosos: a Nossa Senhora de Babalon e da besta que monta, bem como da RaínhaBoudica, entre outras.Lilit, Jezabel, Kun-Bau de Kish, entre profetisas, vestais, volvas, guerreiras, escravas revoltosas, poetas, tocadoras de músicas, sacerdotisas, além de cortesãs e prostitutas.
A MULHER NA GRÉCIA ANTIGA - Entre os gregos, todavia, devida a predominância e prazer masculino, além da concorrência dos escravos, a mulher já se encontrava humilhada, escravizada, degradada, sendo, pois, considerada instrumento para simples reprodução. Exemplo disso era o tratamento dispensado pelos espartanos que entendiam a mulher apenas como responsável por uma raça forte, concebendo filhos sadios e belos, sendo obrigadas a educá-los. Já os atenienses dividiam as mulheres em classes, mantendo a esposa legítima quase em clausura e instruindo as que se destinavam às cortesãs. Entre o universo judeu, a mulher detinha uma posição de absoluta inferioridade em relação ao homem, em conformidade com a lei mosaica. Tem-se, com isso, que a opressão sofrida pela mulher é resultado das transformações ocorridas nas relações humanas desde as primeiras sociedades que se conhece, ocorrendo momentos no final da Antiguidade, em que ela era colocada em situações de superioridade e que, em muitas culturas, a mulher era vista como um ser especialmente capaz de realizar certos encantamentos e receber favores das divindades. Safo foi uma poeta grega que viveu na cidade lésbia de Mitilene, ativo centro cultural no século VII a.C.. Nascida algures entre 630 e 612 a.C., foi muito respeitada e apreciada durante a Antiguidade, sendo considerada "a décima musa" por Platão.
A MULHER NA IDADE MÉDIA - Era do Obscurantismo: A mulher era um zero, desprezadas tanto pelos homens como por elas mesmas, mantendo a condução secular de Eva como a arquiteta responsável pela queda do homem. A Mariolatria – Séc. XII: a costela de Adão, era destinada à união social com o homem. Martas: aquelas que vivem e morrem nas cidades O culto à Maria Madalena que era a figura da prostituta que se arrependera para seguir Jesus, dando-se oportunidade à construção de lares para arregimentar e converter as decaídas que haviam reconhecido o erro de sua trajetória. A dama honorável pelo jogo do amor palaciano, oriundo do amor puro dos árabes e da importação do culto à Virgem Maria de Bizâncio. A dama da Cavalaria, os demônios súcubus e íncubus.
A MULHER NA IDADE MODERNA – SÉCULOS XV – XVIII - Surge o capitalismo e a caça às bruxas: a sexualidade e a prostituição feminina. As mulheres da burguesia desempenharam um papel fundamental na economia familiar: ajudavam o marido nos negócios e empregava-se no serviço doméstico ou em oficinas têxteis. As cortesãs eram as amantes dos ricos e poderosos nobres que lhes providenciavam bem-estar, luxo e com isso podiam frequentar as cortes, em troca da sua companhia, e seus favores. As mulheres do estrato mais desfavorecido encarregavam-se dos trabalhos domésticos e agrícolas. A prostituição feminina: o aumento da pobreza, a expulsão dos camponeses das suas terras e a grande quantidade de mulheres sem meios para casar, aumentou o número de prostitutas pobres.
A MULHER NA CONTEMPORANEIDADE - Já no século XX, deu-se o movimento do operariado estadunidense iniciado em 1903, proporcionando a criação da Women’s Trade Union League, enfrentando as crises industriais de 1907 e 1909, redundando na grande manifestação realizada em 1908, quando as mulheres socialistas denominaram esse movimento de Dia da Mulher. As greves de 1910 levadas a cabo por protestos étnicos e políticos, levaram ao atendimento de uma série de reivindicações da classe trabalhadora. Em 1911, um grande incêndio irrompeu na TriangleShirtwaistCompany, no qual morreram 146 pessoas, 125 mulheres e 21 homens, a maioria deles judeus. Já em 1917, exatamente no dia 8 de março, trabalhadoras russas do setor de tecelagem entraram em greve por melhores condições de vida e trabalho, e contra a entrada do czar na Primeira Guerra Mundial. A partir de então, passou-se a defender essa data como o dia que deveria ser dedicado à mulher, abrangendo as lutas delas tanto no continente americano, como no continente europeu e asiático, por melhores condições de vida e de trabalho, como também pelo direito de voto. Nas décadas seguintes uma série de acontecimentos foi deflagrada e até os dias hoje, as mulheres mantêm em pleno século XXI, o combate a eventos de natureza sórdida e misógina. Faz-se necessário mencionar que todas as lutas das mulheres incorporaram não só as suas reivindicações, como a das crianças, dos idosos, dos oprimidos, de sufrágio, da educação para todos e de todas as pautas contendo as condições necessárias para o respeito à dignidade do ser humano. Veja mais aqui e aqui.



FESTA BRINCARTEFoto: Iracy Mergulhão. - BRINCARTE: 5 ANOS – Já está no blog Brincarte a postagem com fotos de toda festa de comemoração do aniversário, ocorrido no último dia 24 de setembro, no Espaço Cultural Linda Mascarenhas, em Maceió. Confira no Brincarte.




Veja mais sobre:
Quando Papai Noel foi preso, Henryk Górecki, Demócrito de Abdera, Jane Campion, Alfred Eisenstaedt, Frédéric Bazille, Fernando Fabio Fiorese Furtado, A Comédia, Meg Ryan, A prisão de São Benedito & Luiz Berto aqui.

E mais:
Oniomania & Shopaholic, Píndaro, Mestre Eckhart, Maimônides, Paulo Leminski & Gilton Della Cella aqui.
A depressão aqui.
Ansiedade: elucubrações das horas corridas aqui.
O sabor da princesa que se faz serva na manhã aqui.
Orçamento & Finanças Públicas & os quadrinhos de Sandro Marcelo aqui.
Educação, Professor, Inclusão, Emir Ribeiro & Velta aqui.
A Lei de Responsabilidade Fiscal aqui.
Gilbela, é nela que a beleza se revela aqui.
Todo dia é dia da mulher aqui.
Fecamepa aqui e aqui.
Palestras: Psicologia, Direito & Educação aqui.
Livros Infantis do Nitolino aqui.
&
Agenda de Eventos aqui.

CRÔNICA DE AMOR POR ELA
Veja aqui e aqui.

CANTARAU: VAMOS APRUMAR A CONVERSA
Paz na Terra: 
 Recital Musical Tataritaritatá - Fanpage.
Veja  aqui e aqui.


PRIMO LEVI, ALTHUSER, OSCAR WILDE, FERNANDA MONTENGRO, SÉRGIO AUGUSTO DE ANDRADE, NEUZA PARANHOS, APOLLONIA SAINTCLAIR & PADRE BIDÃO

OS MILAGRES DO PADRE BIDIÃO - Muito se tem falado a respeito dos milagres praticados pelo Padre Bidião. Eu mesmo nunca vi um sequer, mas...