segunda-feira, outubro 13, 2014

PIERRE WEIL, CONFÚCIO, PSICOTERAPIA MENTE-CORPORAL DE ALEXANDER LOWEN & DORO NAS ELEIÇÕES

A PSICOLOGIA DE PIERRE WEIL - [...] Nosso mundo está em crise, provocada por lacunas e falhas no paradigma reinante e suas extrapolações. A felicidade prometida pelas aplicações indiscriminada da ciência moderna sob forma de tecnologia está se transformando no seu contrário: de um lado, temos a falta elementar de alimento e conforto, que traz fome e miséria física ao Terceiro Mundo; do outro lado, temos a miséria psicológica que acompanha o excesso de alimento e conforto dos países desenvolvidos, onde crescem a solidão, a indiferença, a violência sob todas as suas formas; o conforto não trouxe a felicidade, qualquer que seja o regime político reinante [...]. Na educação, a fragmentação do ensino aumenta à medida que se atinge as series superiores, chegando a fazer das universidades atuais verdadeiras torres de Babel. Uma separatividade fundamental impregna a educação: o intelecto é confiado às escolas e o caráter, incluindo sentimentos e valores, supostamente ainda está nas mãos da família. Pela força da escolaridade, disso resulta uma visão unilateral do mundo, puramente intelectual, onde sentimentos e valores são relegados a segundo plano ou simplesmente ignorados. O conhecimento se torna uma espécie de mercadoria a ser a ser adquirida e estocada no armazém da memória. A mentalidade consumista se introduziu no seio mesmo da educação. O hemisfério cerebral esquerdo passa a predominar sobre as áreas intuitiva e criadora do hemisfério direito. Muitas vezes, o produto final dessa fragmentação é o tecnocrata ou burocrata frio, insensível e profundamente egoísta [...] A frieza da objetividade científica, o paciente considerado como objeto de estudo, o corpo percebido como uma máquina a ser consertada, o desprezo pelos aspectos psicológicos da doença são, entre outros aspectos, consequência direta ou indireta do antigo paradigma. ONDAS À PROCURA DO MAR – O livro Ondas à procura do mar, do psicólogo francês, professor universitário e fundador de diversas associações de psicoterapia, Pierre Weil (1924-2008), trata de Ondina e a metamorfose das ondas, a conferência de Agadoisó e as entrevistas de Pena de Ganso, amores de Brilhantina e Conta-Gotas, a loucura de Lunático e Onda Louca, as gotas de ouro aumentam a tensão interondina, a peregrinação de Brilhantina, Manitu começa a revelar o grande mistério, os Ondinos vão à guerra, o Retiro do Penhasco, o grande retorno, a Batalha da Grande Ilusão, entre outras narrativas. A NEUROSE DO PARAÍSO PERDIDO – O livro A neurose do paraíso perdido: proposta para uma nova visão da existência, de Pierre Weil, trata da busca pelo homem do paraíso perdido, a fantasia da separatividade, a reação holística, a visão holística, holopraxis, a existência como holossistema, entre outros importantes temas. O CORPO FALA – O livro O corpo fala, de Pierre Weil e Roland Tompakov, trata da decodificação estrutural dos gestos, a unidade do ser, a psicoterapia corporal, a técnica de Alexander, a modificação terapêutica das atitudes corporais e mentais, métodos de modificação psicossomática do homem, a linguagem do corpo, entre outros assuntos. NOVA LINGUAGEM HOLÍSTICA – A obra Nova linguagem holística: pontes sobre as fronteiras das ciências físicas, biológicas, humanas e as tradições espirituais – um guia alfabético, de Pierre Weil, traz a abordagem solonômica do universo e do cérebro, a Carta Magna da Universidade Holística Internacional, Declaração de Veneza, Vocabulário Holístico, entre outras abordagens. A ARTE DE VIVER EM PAZ – O livro A arte de viver em paz: por uma nova consciência, por uma nova educação, de Pierre Weil, traduzido por Helena Roriz Taveira e Helio Macedo da Silva, trata de uma nova concepção de vida, a visão fragmentária da paz, a paz como fenômeno externo ao homem, a paz no espírito do homem, a visão holística da paz, a educação fragmentária, a visão holística da educação, a educação holística para a paz, a transmissão da arte de viver em paz, o paraíso perdido, o desenvolvimento da paz interior, a paz do corpo e do coração, os métodos de transformação energética e de estimulo direto da paz, as três manifestações sociais da entrega, metodologia pedagógica, por uma pedagogia ecológica, entre outros importantes assuntos. Veja mais aqui e aqui.

REFERÊNCIAS
WEIL, Piere. O novo paradigma holístico: ondas à procura do mar. In: BRADÃO, Dênis; CREMA, Roberto. O novo paradigma holístico: ciência, filosofia, arte e mística. São Paulo: Summus, 1991.
______. A arte de viver em paz: por uma nova consciência, por uma nova educação. São Paulo: Gente, 1993.
______. Nova linguagem holística: pontes sobre as fronteiras das ciências físicas, biológicas. humanas e as tradições espirituais – um guia alfabético. Rio de Janeiro: Espaço e Tempo, 1987.
_____. Ondas à procura do mar. São Paulo: Agir, 1987.
_____. A neurose do paraíso perdido: proposta para uma nova visão da existência. São Paulo: Espaço e Tempo, 1987.
_____; TOMPAKOV, Roland. O corpo fala: a linguagem silenciosa da comunicação não-verbal. Petrópolis: Vozes, 2003.



DORO: EU VOTO NA DILMA E PONTO FINAL – Ouvi um boato medonho de que o Doro tinha virado a casaca. Virou mesmo? Sei lá. De repente lá vem ele caindo os dentes sem ter onde cair morto, sem um voto pra remédio no resultado das eleições, batendo biela e esclarecendo logo: - Eu num virei casaca de merda nenhuma! Num sou doido é di votá nesse tár de Aercio, nunca, nunquinha! Tô com as catraca do quengo em dia e alembro bem de acuma que foi os ano lá do Fegacê: uma incaristia desgracenta, um liseu da porra! Eu só fartava indoidá ou infartá! Pruisso, mô fio, eu já saio de casa bem cedinho assim: bom dirma, bom dirma! Pt, saurdaçãos!

APRENDENDO COM CONFÚCIO – Essa é do filósofo chinês, Confúcio (551 a.C. - 479 a.C): “Os homens perdem a saúde para juntar dinheiro e depois perdem o dinheiro para recuperá-la, por pensarem ansiosamente no futuro, perdem o presente, de tal forma que acabam por nem viver o presente, nem o futuro. Vivem como se nunca fossem morrer e morrem como se nunca tivessem vivido”. Veja mais aqui e aqui.

O SORRISO E A LIBERDADE – O psicanalista Alexander Lowen (1910-2008), ao desenvolver sua psicoterapia mente-corporal, chegou na seguinte conclusão: “Rir é arriscar parecer tolo. Chorar é arriscar parecer sentimental. Tentar alcançar alguém é arriscar envolvimento. Expor sentimentos é arriscar rejeição. Expor seus sonhos perante a multidão é arriscar parecer ridículo. Amar é arriscar não ser amado de volta. Seguir adiante face a possibilidades irresistíveis é arriscar ao fracasso. Apenas uma pessoa que corre riscos é livre”.


Veja mais sobre:
Patativa do Assaré, Heitor Villa-Lobos, Pier Paolo Pasolini, Turíbio Santos, Rosa Luxemburg, Cicero Dias, Rubem Braga & José Geraldo Batista, Bárbara Sukowa & Primeira Reunião aqui.

E mais:
Do que foi pro que é quase nada, Friedrich Nietzsche, Vaughan Williams & Suzanne Valadon aqui.
Coisas do sentir que não pra entender, A República de Cícero, Emil Nolde & Nivian Veloso aqui.
A carta do barbeiro & Leda Catunda aqui.
Fandango do vai quase num torna & Cícero Dias aqui.
Piotr Ouspensky, Marcio Souza, Antonio Vivaldi, Ronald Searle, Adryan Lyne, Ademilde Fonseca & Inezita Barroso, Kim Basinger, A mulher que reina & O Lobisomem Zonzo aqui.
A cidade das torres & Antônio Cândido aqui.
Cordel na escola aqui.
Democracia aqui.
A cidade de Deus de Agostinho e a Psicologia do Turismo e Hotelaria aqui.
Incêndio das paixões & Programa Tataritaritatá aqui.
Thomas Kuhn, Alagoando, Sistema Nervoso & Neuroplasticidade aqui.
Jacinta Passos, Poeta Bárbara Inconfidente, Egornov, Ten & Programa Tataritaritatá aqui.
Quando a gente vai à luta não adianta trastejar: ou vai ou racha aqui.
Gregory Bateson, Leontiev, Pinel, Doro, Óleo de peroba & o horário puto eleitoral da silva aqui.
Eros & civilização de Herbet Marcuse & O condor voa de Cornejo Polar aqui.
Ela desprevenida & Programa Tataritaritatá aqui.
História da mulher: da antiguidade ao século XXI aqui.
Palestras: Psicologia, Direito & Educação aqui.
A croniqueta de antemão aqui.
Fecamepa aqui e aqui.
Livros Infantis do Nitolino aqui.
&
Agenda de Eventos aqui.

CRÔNICA DE AMOR POR ELA
Veja Fanpage aqui & mais aqui e aqui.

CANTARAU: VAMOS APRUMAR A CONVERSA
Recital Musical Tataritaritatá - Fanpage.
Veja os vídeos aqui & mais aqui e aqui.



ASCENSO, PAULO FREIRE, REICH, ELIÉZER MIKOSZ, ZWEIG, DIONE BARRETO, EDUCAÇÃO & GINÁSIO MUNICIPAL

O QUE É DE ARTE E CULTURA QUE EU NÃO SEI – Josedácio cometia uns versos brejeiros, coisas de seu; como não tinha escola, era só tirocínio,...