sexta-feira, maio 22, 2009

O TRABALHO DE 8 A 80



Gentamiga do meu Brasil das aloprâncias e tirinetas ineivadas!!!!

Tudo começa com a escravidão. O servilismo. E nisso o sisifismo: a faina de fazer a mesma coisa todo santo dia. Aí o labor. Mãos à obra. E os workaholics. Tem quem diga que o trabalho enobrece o homem. Gilberto Freyre mesmo disse e o Domenico de Mais revalidou: o ócio criativo. Afinal, o universo do trabalho tem evoluído? Ou como se diz no popular: para uns, estrela na testa brilha para o bem-bom; para outros, estrela escondida no quiba faz o cara moer sem comiseração.

Pois bem, para mim, o trabalho no Brasil de atualmente, mormente os novos paradigmas organizacionais são verdadeiras práticas escravocratas disfarçadas: o obreiro tem hora para entrar, mas não tem hora para sair. Tem que moer mesmo, até se exaurir. E quando se lascar, a previdência social que cuide. E o patrão, dinheiro no bolso e ai-ai.

Então eu trago, de um lado O trabalho: O trabalho tanto tem promovido a formação e desenvolvimento humano, como também tem mantido o ser humano escravo e subordinado às classes abastadas. Tornou-se, por isso, um universo diversificado e complexo, recheado de transbordantes desafios, tanto pela manutenção hegemônica da classe empresarial como pelas exigências de posicionamento dos trabalhadores no sentido de satisfazer as suas necessidades, as das organizações e as dos empresários. (continua aqui).

De outro lado, a Filosofia do Ascenso Ferreira:

Hora de comer, comer.
Hora de dormir, dormir.
Hora de trabalhar, pernas pro ar que ninguém é de ferro!!!



Veja mais sobre:
A vida, um sorriso, Fernando Pessoa, Charles Chaplin, João Ubaldo Ribeiro, William Shakespeare, Connie Chadwell, Marilyn Monroe, Michael Ritchie, Barbara Feldon, Jeremy Holton & Visão holística da educação aqui.

E mais:
Minha voz aqui e aqui.
Dia Nacional do Riso aqui e aqui.
E se nada acontecesse, nada valeria, Cecília Meireles, Albert Camus, Pierre-Auguste Renoir, Richard Wagner, Sophia de Mello Breyner, Gwyneth Jones, Hal Hartley, Aubrey Christina Plaza, Paul Laurenzi & Princípios de Neurociências de Kandel aqui.
Cordel A chegada de Getulio Vargas no céu e o seu julgamento, de Rodolfo Coelho Cavalcante aqui.
Horário Eleitoral do Big Shit Bôbras, Zé Bilola, Enzonzoamento de Mamão, Ocride, Classificados de Mandús e Cabaços & Previsão meteorológica aqui.
A arte de Karyme Hass aqui.
Dicionário Tataritaritatá – Big Shit Bôbras & Fecamepa aqui.
Richard Bach, Velho Chico, Ísis Nefelibata & Chamando na grande aqui.
Cordel A história de Jesus e o mestre dos mestres, de Manoel D´Almeida Filho aqui.
Palestras: Psicologia, Direito & Educação aqui.
Livros Infantis do Nitolino aqui.
&
Agenda de Eventos aqui.


CRÔNICA DE AMOR POR ELA
Veja aqui e aqui.

CANTARAU: VAMOS APRUMAR A CONVERSA
Recital Musical Tataritaritatá
Veja aqui.
 

KRISHNAMURTI, MILLÔR, CELSO FURTADO, JOSEPH CAMPBELL, BARBOSA LIMA SOBRINHO, GILVAN LEMOS, RIO UNA & MARQUINHOS CABRAL

MARQUINHOS CABRAL: DESDE MENINO SOLTO NA BURAQUEIRA – A gente aprontou muitas e tantas no quintal lá de casa e nos cômodos da casa dele ...