sexta-feira, março 17, 2017

O MERGULHO DAS MANHÃS E NOITES NAS ÁGUAS PROFUNDAS DO AMOR

O MERGULHO DAS MANHÃS E NOITES NAS ÁGUAS PROFUNDAS DO AMOR – Imagem: foto/arte da poeta, artista visual e blogueira Luciah Lopez. - Iaravi das manhãs lá vem ela com o frêmito dos seios tremulantes na sua nudez de Sol, e nem desconfia o quanto a amo por inteiro e a desejo além da vida e da morte. Anfitriã dos meus mais obscenos e secretos desejos, ela se serve pirão que o meu mar engrossa e eu mais a amo e ela não sabe e me dá o melhor de si só por dar e por amar e eu raspo o tacho de todas as suas deliciosas emanações até lamber os dedos como quer mais e muito mais. Ela não arrefece e remexe traquina inocente, enquanto eu estreio a cobiça buscando agasalhos no seu corpo pra me arranchar, o maior vuque-vuque ao seu cozimento e eu fervendo na nossa gangorra e vira a virar. Tudo desemboca ventre abaixo se avolumando entre eu e ela, só pra me fazer parque de diversão na sua devastadora gula e tesão que a consagra dona inestimável do meu coração menino travesso e agora mais cresço e torno a crescer dentro dela. E eu me insinuo com sacudidelas me apoderando para arrematá-la lambendo os beiços e atacando suas intimidades, roçando-lhe a nuca com o meu bafejo safado e todos os ardis para vergá-la, rendê-la, varar-lhe o âmago, o dorso, a garganta e tudo dela e todos os gozos com minhas mãos e posses em suas reentrâncias, atravessando-lhe o ventre e ancas enfeitiçadoras para arrancar seus suspiros mais vibrantes e minando de emoção. Dominada, mais se entrega a mim como quem ao carrasco se deixa golpear e eu a sorver a ameaça a cada bocado de sua mais deliciosa entrega corpórea e anímica, quando Freya das noites ela me enfeitiça como a venero língua de fora, pernas pra que te quero além do poder, a perseguir seus passos de deusa e a perseverar de tê-la comigo para todo o sempre e toda a todo momento. Ah o seu jeito lindo de ser sensacional encantadora pronunciada na exibição da sua carne saborosa, mexendo-se e a cada movimento eu me deliciando com suas curvas, remexidos, tudo sensual demais e ao meu dispor, a cada olhadela uma pegada pronto para agarrá-la com diligência e a lhe tomar o pulso, puxar ao braço e alisar sua pele e agarrar seus quadris e abocanhar suas pernas e coxas e a recolher inteira totalmente minha, Freyaravi, na explosão medonha que rasga noites e dias e sou mais que a eternidade atravessado nela e eu faço juras enloquecidas de amor e paixão por ela. © Luiz Alberto Machado. Veja mais aqui.

Curtindo a arte musical da compositora, pianista e percussionista portuguesa Constança Capdeville (1937-1992).

Veja mais sobre:
O Cravo e a Rosa, Clitemnestra – Oréstia & a trilogia de Orestes, Antônio Torres, Elis Regina, Bernardo Bertolucci & Maria Schneider, Clara Redig & Antônio Maria, Antoine-Jean Gros, Pierre-Narcisse Guérin & Programa Tataritaritatá aqui.

E mais:
Nietzsche & a Música, Luis Soles & as raízes árabes da tradição poético-musical do sertão nordestino, Otto Maria Carpeaux & a História da Música, José Ramos Tinhorão, Edigar de Alencar & O carnaval carioca através da música aqui.
Platão, Albert Sánchez Piñol, Aracaju, Toninho Horta, Amos Gitai, Cia. Cenica Nau de Ícaros, Paul Helleu, Ricardo Cabús, Helena Yaralova, Biritoaldo & Cidadania e Direitos Políticos aqui.
Paz & Alberto Enstein, Jiddu Krishnamurti, Alexander Scriabin & Paul Gauguin aqui.
Gaia – Mãe Terra, Isaac Asimov, Caetano Veloso, Teresa Filósofa & s Jean Baptiste de Boyer aqui.
Buda, Darcy Ribeiro, August Macke & Yes aqui.
Christian Bernard, Isaac Newton, Casimiro de Abreu, Keith Jarrett, Carlos Saura & Mia Maestro, Julio Hübner & A lenda da criação no gênese africano aqui.
Umberto Eco, Friedrich Dürrenmatt, Abelardo da Hora, Humberto Teixeira & Eliane Ferraz aqui.
Litisconsórcio, Tavito, Bruno Vinci & Teco Seade aqui.
Psicologia na Educação, Eek, Gato Zarolho & Palhaço Paranoide aqui.
Decameron, João Albrecht & Jiddu Saldanha aqui.
Riacho Salgadinho, Eliezer Setton, Zé Barros, Naldinho Freire, Wilson Miranda & Webrádio Maceió aqui.
Hermilo Borba Filho & Sônia van Dijck, Teoria da Literatura, Solange Palatnik, Constituição, Psicologia, Dialogicidade & Representações Sociais aqui.
A vontade, Amanda Garruth, Deborah Rosa, Luciana Soler, Bete Sá, Vanessa Morais & Cantora Sol aqui.
Afetividade, Lília Diniz, Lucinha Guerra, Thathi, Ezra Mattivi, Juliana Sinimbu & Anna Ratto aqui.
Dos destroços pra solidão criativa, Fabian Dobles, Rosa Passos, André De Dienes, Joan Fullerton & Clevane Pessoa de Araújo Lopes aqui.
É ela a soberania do mar na foz do meu rio, Naura Schneider, Marianna Leporace & Luciah Lopez aqui.
Cenário em ebulição: pra quem vai do lado de lá ou quem vem do lado cá & vice-versa, Hélène Bernard & As grandes iniciadas, Willem de Kooning, Arabella Steinbacher & Rubens Gerchman aqui.
Os dois mundos de quem vive de um lado só, Angelo Agostini, Juliette Herlin, Hannah Wilke, Fernando Botero, Nik Helbig, Doro, Robimagaiver & Zé Corninho aqui.
Reflexões de jornada à sombra da amendoeira, Albert Einstein, William Byrd, Jeff Kolker& Otgo aqui.
A miséria obscena da avareza & Zinaida Evgenievna Serebryakova aqui.
História da mulher: da antiguidade ao século XXI aqui.
Palestras: Psicologia, Direito & Educação aqui.
A croniqueta de antemão aqui.
Fecamepa aqui e aqui.
Livros Infantis do Nitolino aqui.
&
Agenda de Eventos aqui.

A arte do ilustrador e escritor inglês Aubrey Beardsley (1872-1898).

DESTAQUE: LUCHINO VISCONTI
Entre os cineastas da minha predileção está o premiado cineasta italiano Luchino Visconti (1906-1976), do qual tive o prazer de assistir, entre outros filmes, Rocco e os seus irmãos (1960), com a bela atriz Annie Girardot; Belíssima (1951), com a lindíssima atriz Anna Magnani; Noites Brancas (1957), com o qual arrebatou o Leão de Ouro do Festival de Veneza, em 1957, com a linda Maria Schell;  e Violência e Paixão (Gruppo di famihlia in un interno, 1974). Veja mais aqui e aqui.

CRÔNICA DE AMOR POR ELA
Fotopoema da poeta, artista visual e blogueira Luciah Lopez.
Veja Fanpage aqui & mais aqui e aqui.

DEDICATÓRIA:
A edição de hoje é dedicada a todos que fazem a Escola Estadual Joaquim Fernando Paes de Barros Neto, de Itapecerica de Serra, São Paulo.

CANTARAU: VAMOS APRUMAR A CONVERSA
Paz na Terra: foto de Spencer Tunick.
Recital Musical Tataritaritatá - Fanpage.
Veja os vídeos aqui & mais aqui e aqui.
 

SKARMETA, MICHELET, ALDA LARA, IBERÊ CAMARGO & PANELAS

A PROFESSORA & A FESTA DO ESPALHAFATO - Acordei com uma surpresa: Carma estava ao meu lado, brincando com um Mané-Gostoso: - Cadê o me...