sábado, março 18, 2017

AOS QUATRO CANTOS E VENTOS MINHA VIDA

AOS QUATRO CANTOS E VENTOS MINHA VIDA - Imagem: L'ultimo nudo, da pintora art déco polonesa Tamara de Lempicka (1898-1980). - Aos quatro cantos minha vida, aos quatro ventos sou o voo, mesmo que padeça de fome e de sede, sei dos meus pecados. E mesmo que aminimigos que não tenho me tratem por perigo ou pacto com demônio, mesmo assim não sei o ódio de inimizades nem de implacáveis perseguições, senão o que há de mim e ao que tenho, sem que me sinta refém das intimidações ou das perplexidades disso ou aquilo. A despeito das cáusticas implicâncias dos intolerantes e convictos, sou só comiseração a encarar o desamor nascido do artifício do consumo além do necessário, a ambição de poder, a vaidade de glória, o vantajoso caminho escolhido pelo livre-arbítrio para ação e pensamento consciente de liberdade, daqueles que no afã de superioridade para suprimir ou destruir ao que cegamente rivaliza, são atirados ao desalento pelas trevas dos seus próprios desejos de superar o outro que é diferente e que, por isso, é visto como do contra, quando não o é, apenas a antítese, o complemento, a parte que falta para compreensão dos erros e falhas cometidas, a emoção das indeléveis experiências vividas. Reservo-me à ternura pelos que não conseguem enxergar além do vêem e do que pensam que sabem mais que qualquer outro, donos de suas razões mais canhestras e infelizes. Aos quatro cantos e ventos a minha vida: sou um ponto de interrogação aonde quer que eu vá: cabeça a mil nos céus e os pés na Terra, eu sigo à Fonte de todas as coisas. © Luiz Alberto Machado. Veja mais aqui.

Curtindo o álbum de homenagem (Funarte/Pro-Memo, 1984/Itaú Cultural, 1998), à compositora, pianista, pesquisadora e intérprete Esther Scliar (1926-1978), gravado ao vivo em concerto, com Norton Morozowicz, Harold Emert, Homero Magalhães, Eduardo Camenietzki, Fani Lowenkron e Coral Harmonia.

Veja mais sobre:
O pensamento de Erich Fromm aqui, aqui, aqui, aqui e aqui.

E mais:
A poesia de Cruz e Souza aqui, aqui e aqui.
Amém e amem, Naná Vasconcelos & Lucélia D’ Roquet aqui.
O coração de Iaravi, Manifesto Appellatio, Edgar Degas, Ewa Kienko Gawlik & J. Lanzellotti aqui.
Stéphane Mallarmé, John Updike, César Guerra-Peixe, Luc Besson, Frank Frazetta, Ingrid Koudela, Scarlett Johansson & Brincarte do Nitolino aqui.
Pesquisa & Cia, Fernando Sabino, Eliane Elias, Marcelo Gleiser, Minna Canth, Juno/Hera, Bigas Luna, Alonso Cano & Francesca Neri aqui.
Papa Highirte de Oduvaldo Vianna Filho aqui.
Alexander Scriabin, Cássia Kiss, Denise Georg, Gustave Doré, Mr. Bean, Zé Edu Camargo, Gabi Alves, Márcia Poesia de Sá & Programa Tataritaritatá aqui.
A arte de Darel Valença Lins, A árvore do conhecimento de Humberto Maturana & Francisco Varela, A terra oca de Raymond Bernard, Luiz Melodia & Lady Francisco aqui.
Holística, Claude Debussy & Laurindo Almeida, Carl Rogers, Emily Greene Balch & Pierre Bonnard aqui.
Cassandra, Horácio, Christa Wolf, Woody Allen, Cassandra Wilson, Milena Moraes. Cassandra Peterson, Doro & Fidelia Cassandra aqui.
Sou da terra alma Caeté, a lenda indígena do Sol & Lua Ofaié de Darcy Ribeiro, Yasushi Akutagawa, Kent Williams & Renate Dartois aqui.
Dos desmantelos que deixam qualquer um de cangalha pro ar, John Ross Macduff, Salvador Dali, Stan Getz & Despina Stokou aqui.
A dança tangará festeja a pletora do amor, Robert Gibson, Kleiton & Kledir, Lenda do Itararé & Luciah Lopez aqui.
No reino do Fecamepa nada pode dar certo, Betty Friedan, Celia Mara, Peter Klashorst & OsGêmeos aqui.
Como as coisas são e como podem ser, Lou Andreas-Salomé, Enrica Cavallo, Antoni Tàpies & Misty Copeland aqui.
Marquinhos Cabral, Sandra Fayad, Paulo Profeta, Gisele Lemos/Diana Balis, Carlos Gildemar Pontes, Rita Shimada Coelho, Luís Inácio Araújo & Helena Cristina Buarque aqui.
Wilson Monteiro & Cantarolando pé-de-serra, Legislação & Ambiental Virtual, Acidentes de Trânsito & Psicologia da Saúde aqui.
Zé Linaldo & a pernambucanidade renovada, Apropriação indébita previdenciária, Abuso Sexual, Psicologia & Sociologia aqui.
A Educação Superior aqui.
Os crimes de sonegação aqui.
Entrevista com uma estudante de Cacoal-Rondônia aqui.
Aprumando a conversa que o negócio não está pra brincadeira, João Guimarães Rosa, Poetas dos Palmares, Vera Indignada & Ascenso Ferreira, Antuerpio Pettersen Filho, Fecamepa & Vapapu aqui.
As trelas do Doro: no fuzuê da munheca aqui.
História da mulher: da antiguidade ao século XXI aqui.
Palestras: Psicologia, Direito & Educação aqui.
A croniqueta de antemão aqui.
Fecamepa aqui e aqui.
Livros Infantis do Nitolino aqui.
&
Agenda de Eventos aqui.

A arte da escultora Jo Ansell.

DESTAQUE:JACOB BOEHME
[...] Você é um pequeno mundo criado de um mundo maior, e sua luz externa é um caos ao Sol e da constelação das estrelas. Se assim não fosse, você não seria capaz de enxergar por meio da luz do Sol. [...] Se deixarmos remoer desejos terrenos, nossa mente será cativada por eles; mas se nos elevarmos espiritualmente acima do mundo de sensações e desejos terrenos, o mundo da luz cativará nossa vontade, o mundo terreno perderá seu poder de atrair a nossa consciência e ingressaremos no sublime estado de Deus. [...].
Trecho extraído do livro Aurora nascente (Die Morgenröte im Aufgang, 1612) do filósofo e místico alemão Jacob Boehme (1575-1624). Veja mais aqui e aqui.

CRÔNICA DE AMOR POR ELA
A arte da pintora art déco polonesa Tamara de Lempicka (1898-1980).
Veja Fanpage aqui & mais aqui e aqui.

DEDICATÓRIA:
A edição de hoje é dedicada à professora Dene Ramos.

CANTARAU: VAMOS APRUMAR A CONVERSA
Paz na Terra: Au naturel, do fotógrafo Jonathan Charles.
Recital Musical Tataritaritatá - Fanpage.
Veja os vídeos aqui & mais aqui e aqui.

OSMAN LINS, HÖLDERLIN, EDWARD SAID, CHAMISSO, BASQUIAT, RAYMOND ELSTAD & BIRITOALDO

MAS O QUE É QUE É ISSO, MINHA GENTE? - Imagem: arte do grafiteiro e artista visual estadunidense Jean-Michel Basquiat (1960-1988) - Jerry...