segunda-feira, março 09, 2015

JUANA, CLAUDEL, CARPEAUX, IACYR, BINOCHE, ORNETTE, FÜSSLI, TONSVERSOS & CANÇÕES!


TONS, VERSOS & CANÇÕES – A reunião das minhas músicas inseridas nos shows Tataritaritatá (2010) e Crônica de Amor por Ela (2011), ganharam mais vida, quando a querida poeta e radialista Meimei Corrêa teve a ideia de transformá-las em videoclipes. Com certeza sou um premiado da vida, confesso. Lindas imagens e a dedicação dela em transformar minhas simplíssimas obras musicais em algo que as tornaram dignas de visualização e, a mim em particular, muita satisfação, prazer e gosto de ver, que não sei mesmo nem o que dizer nem como agradecer, tamanho o débito que me vejo de tão inadimplente e já totalmente insolvente com ela. Manifestando minha irrestrita gratidão, veja detalhes aqui.

Imagem: Die Vision der Sintflut, do pintor e entomólogo suíço Johann Kaspar Füssli (1743-1786)

Ouvindo: The art of the improvises (Atlantic Records, 1970), do instrumentista e compositor estadunidense, Ornette Coleman.

EU TE DOU MINHA ALMA NUA – Da Obra Completa (Acervo del Estado, 1992), que compreende cinco volumes organizados por Jorge de Arbeleche, com os trabalhos da poeta uruguaia Juana de Ibarbourou (1892-1979), destaco o seu belíssimo poema Eu te dou minha alma nua que eu traduzi: Eu te dou a minha alma nua, /como uma estátua sem escudos / Nua com a falta de vergonha pura / como uma fruta, uma estrela ou uma flor;/ todas essas coisas que são infinitas / Serei Eva antes de ser amaldiçoada. / De todas essas coisas, / frutas, estrelas e rosas, / sem ter vergonha do sexo nem do gozo / e ninguém se atreva a fabricar-me vestes / sem véu, como o corpo de uma deusa serena / a minha brancura intenso de lírio!/ nua e tudo bem abertos / só pela ânsia de amor! Veja mais aqui.


HISTÓRIA DA LITERATURA OCIDENTAL – A primeira obra que eu li do crítico literário e jornalista austríaco naturalizado brasileiro Otto Maria Carpeaux (1900-1978), foi Presenças (MEC-INL, 1958). Cursava eu à época Letras e a sua leitura tornou-se indispensável. Tanto que depois de estudar outros dos seus livros, adquiri a coleção História da literatura ocidental (Alhambra, 1978), na qual pude ampliar meus conhecimentos acerca dos mais diversos autores e movimentos literários ocidentais. Indispensável. Veja mais aqui.

A TRINCA DOS TRAÍDOS – O livro Trinca dos traídos (Funalfa, 2003), do escritor Iacyr Anderson Freitas, reúne seus contos em três partes: Oito de Copas, Oito de Ouros e Oito de Espadas, em que poesia e prosa são misturadas e domadas com a habilidade de quem sabe o que está fazendo. Simplesmente ótimo. Apenas para ter uma ideia, da obra destaco Tamanhos rigores, da parte Oito de Espadas: Conseguira. Poderia agora respirar sem sobressalto. A fronteira sumira no horizonte e o rio estava calmo. Tão calmo naquele trecho, assim, tão detido e compassado, que o banco parecia flutuar, um palmo acima da linha d´água. Havia pouco percebera, dos companheiros destacados para acompanha-lo, as noticias dos últimos três meses em que estivera fugindo. Na mais absoluta clandestinidade. Três meses de uma viagem alucinada, sem esperança de sucesso. E só então, naquele momento, as terríveis notícias. Seria uma outra prova, talvez ainda mais dura, talvez insuportável, estar vivo para sabê-las. Um comboio de crimes contra seu corpo. Mas ele conseguira. Esse misto de premio e de castigo era seu, custasse o que custasse. Três longos meses sob fome e frio, vagando a esmo, sendo caçado como um animal qualquer, desde que os inimigos tomaram sua cidade. Nela deixara seus pais e irmãos, abatidos no auge dos combates, segundo lhe disseram os companheiros de embarcação [...]. Veja mais aqui.


CAMILLE CLAUDEL – A vida e a obra da escultora francesa Camille Athanaïse Cécil Cerveaux Prosper, ou simplesmente Camille Claudel (1864-1943), se misturam desde que ela resolveu ser artista e começou a ser aluna de Auguste Rodin e criou suas obras La Vieille Hélène e Paul à treize ans, as quais impressionou seu mestre, passando a colaborar já envolvida de paixão por ele, na execução de Les Portes de l´Enfer e Les Bourgeois de Calais, deixando-se confundir sua arte com a dele. Inevitavelmente envolvidos pelo amor ardente, sucedem-se os mais tempestuosos momentos de sua vida, a ponto de deixá-la triste e depressiva. Afasta-se do amor da sua vida embaixo da acusação de imitadora, para produzir suas obras até dá-se o rompimento definitivo com ele, para compor a sua L´Age Mur. Desorientada e ferida por amor-ódio por Rodin, ela vai à paranoia e à loucura, não conseguindo superar a sua paixão, tornando-se cada vez mais obsessiva e estranha, até a esquizofrenia. Toda sua vida foi transportada para as telas no elogiadíssimo filme Camille Claudel do Festival de Berlim 2013, com direção de Bruno Dummont e a atriz francesa Juliette Binoche no papel principal. E como hoje é aniversário dessa lindíssima atriz, nada mais justo que comemorá-lo reiterando que todo dia é dia da mulher. Veja mais aqui.



Veja mais sobre:
Cybele, Molière, Marguerite Duras, Contos de Panchatantra, Freud & Ida Bauer, Maurice de Vlaminck & Muddy Waters aqui.

E mais:
Segura o jipe, A prima de Vera Indignada & Pedro Cabral aqui.
Fecamepa: enquanto os caras bufam por aumento no governo, aqui embaixo a gente só paga mico, né aqui.
O recomeço a cada dia, Ibn el-Arabi & Indries Shah, Petrina Sharp & Faisal Iskandar aqui.
Dignidade humana, educação & meio ambiente, Esther Hamburger, Nina Kozoriz & Niura Bellavinha aqui.
Ninquem vem pra vida de graça, Marcel Proust, Josephine Wall & Annibale Carraci aqui.
As pedras se encontram nos mundos distantes, Rafael Piccolotto de Lima, Sing & Luciah Lopez aqui.
Tudo passa pra quem não sabe o desprezado, Maurice Merleau-Ponty, Shane Turner & Martina Shapiro aqui.
Crônica de amor para ela, José Condé, Ruth Kligman, Pablo Milanés & Joaquín Sabina aqui.
O sonho de infância &os dissabores da vida, Diná de Oliveira, Eurípedes, Ferenc Gaál & Mohammed Al-Amar aqui.
O amor no salto das sete quedas, Taiguara,História da Mulher & Luciah Lopez aqui.
O sonho do sequestro malogrado, Juca Chaves, Étienne-Jules Marey, Leonid Afremov & História do Cinema aqui.
Festa no céu do amor, Tom Jobim, Nauro Machado, Elizabeth Zusev & Steve K aqui.
Mario Quintana, Wang Tu, Tácita, Vera Drake, Eduardo Souto Neto, Mike Leight, Ansel Adams & Carlito Lima aqui.
Wystan Hugh Auden, Stanislaw Ponte Preta, Anaïs Nin & Maria de Medeiros, Francisco Manuel da Silva, Alberti Leon Battista & Luli Coutinho aqui.
Arthur Schopenhauer, José Cândido de Carvalho, Johann Nikolaus Forkel, Luís Buñuel, Victor Brecherer, Iremar Marinho & Bestiário Alagoano aqui.
Lasciva da Ginofagia aqui, aqui, aqui, aqui, aqui, aqui, aqui e aqui.
História da mulher: da antiguidade ao século XXI aqui.
Palestras: Psicologia, Direito & Educação aqui.
A croniqueta de antemão aqui.
Fecamepa aqui e aqui.
Livros Infantis do Nitolino aqui.
&
Agenda de Eventos aqui.

CRÔNICA DE AMOR POR ELA
Veja Fanpage aqui & mais aqui e aqui.

CANTARAU: VAMOS APRUMAR A CONVERSA
Recital Musical Tataritaritatá - Fanpage.
Veja os vídeos aqui & mais aqui e aqui.


FAULKNER, PIVA, BOURDIEU, FUREDI, LIA CHAIA, VITOR DA FONSECA, PALHAÇOS, SOCORRO DURÁN & AMANDA DUARTE

POETASTRO METE AS CATANAS SEM ENTENDER DO RISCADO – Imagem: Xilogravura de Amanda Duarte. - Nada dava certo mesmo pras bandas do Doro, tud...