quinta-feira, janeiro 29, 2009

IH, DEU CHABÚ!!! MUSA TATARITARITATÁ!!!!



Gentamiga,
Deu a maior zonzeira a apuração dos votos da Musa Tataritaritatá 2008!
Foi mesmo.
Tudo começou quando a comissão organizadora – leia-se: eu -, resolveu convocar a comissão julgadora – uma verdadeira banca examinadora com os maiores experts em matéria de mulher -, para a confirmação dos 11 mil 463 votos e meio – este último foi o voto declarado do Afredo Bocoió que por ser meio homem só vale a metade.
A colenda banca examinadora fez formal exigência de determinado local para a devida apuração: praia do litoral alagoano.
- Lasquei-me! -, aduzi logo.
Pois bem, numa dessas paradisíacas praias de Maceió, juntei a mundiça toda que ficou aboletada e pronta para sacramentar os mais esperados e badalados resultados com as vencedoras do certame.
A coisa vai mais ou menos encaminhada quando de repente surge, do inopinado, para embucetar tudo, essa santa exuberância! Taí a primeira foto tirada em flagrante:
(Foto enviada por mail sem identificação da autoria pelo remetente)
- Luiz! Luiz! Luiz! Luiz! -, era ela procurando por mim, evidentemente.
Mas a turma não deixou por menos, quando todos armaram a confusão:
- Eu!
- Eu!
- Eu
- Eueueueueueueueueueueueueueueueuuuuuuu!!!
Danou-se tudo. Isso é que é desmantelo! Num é que um avião desse pousou no meu quintalzinho? E ela:
- Luiz Alberto Machado, por favor!
(Foto enviada por mail sem identificação da autoria).
Benzodeus.
Diga se um desembrulhado desse não é de endoidar!
Santa reboculosa.
Eu quase tenho um troço sem conseguir concatenar nada, balbuciei:
- Sim?!Hum?!
- Luiz, qual o resultado do concurso da Musa Tataritaritatá 2008?
Olha só: se eu estava azoadamente zarolho com tanta exuberância, nem a banca examinadora que dizia coisa com coisa.
Busuntaram na hora.
Ah, não!
Eu mesmo virei bocó desde menininho sem saber o que nem tartamudear e balbuciei no meio de óhs, oxes e ihs:
- Éeeeeee.....
A baba descia pescoço abaixo.
A minha só não, virou danação geral.
Tinha nego que até já havia armado o barraco e tava todo serelepe para se aproxegar na maior folgança.
Foi que a turma da segurança da jornalista começou a dar um chega-pra-lá nos mais afoitos, permitindo apenas a minha presença na redondeza desse monumento todo.
(Foto enviada por mail sem identificação da autoria).
Valei-me, minha santa entronchada da peiada boa!
Quanto mais ela perguntava, mais eu perdia nos sim e não, pois é, isso aí, foi, então e sacumé?
Negócio desembrulhado desse não é pra menos, né?
Ela ali interrogativamente lindíssima e eu todo abiscoitado com aquilo tudo.
Nem lembro como foi que findou.
Só pergunto: essa vale ou não vale como Musa Tataritaritatá???
Taí.
Depois dessa, agora, o resultado só na semana que vem - se não chover canivetes! Vamonessa.



Veja mais sobre:
Querência & a arte de Mazinho, Fiódor Dostoiévski, Igor Stravinsky, Saulo Laranjeira, René Clair, Joseph Tomanek, Veronica Lake, Erich Sokol & Bioética: meio ambiente, saúde e pesquisa aqui.

E mais:
A arte de Rosana Simpson aqui.
Danos Morais & o Direito do Consumidor aqui.
Interpretação e aplicação do Direito aqui.
Direito como fato social aqui.
A arte de Di Mostacatto aqui.
Concurso de Beleza, Vinicius de Morais, Carlos Zéfiro & Nik aqui.
A arte de Lanna Rodrigues aqui.
Palestras: Psicologia, Direito & Educação aqui.

CRÔNICA DE AMOR POR ELA
Veja aqui e aqui.

CANTARAU: VAMOS APRUMAR A CONVERSA
Paz na Terra: 
Recital Musical Tataritaritatá - Fanpage.
Veja  aqui e aqui.



ARIANO, LYA LUFT, WALLON, AS VEIAS DE GALEANO, FECAMEPA, JOÃO DE CASTRO, RIVAIL, POLÍTICAS EM DEBATE & MANOCA LEÃO

A VIDA NA JANELA – Imagem: conversando com alunos do Ginásio Municipal dos Palmares - Ainda ontem flores reluziam no jardim ornando muros...